Publicidade
Publicidade

O BBB [VIDEO] é um dos reality shows mais assistidos e mais envolvidos em polêmicas de toda a TV brasileira. No ano passado, na edição 2016, o programa contou com a expulsão de Ana Paula, por agredir outro participante, e polêmicas envolvendo prática de estupro (Laércio foi acusado por Ana Paula de estar envolvido neste crime). Pois bem, uma das teorias desenvolvidas no ano passado realmente se concretizou: Laércio, participante da 16ª edição do reality, está preso por estupro de vulnerável.

O ex-#BBB foi condenado a 12 anos de prisão depois de todas as investigações envolvendo as polêmicas de seu interesse por menores de idade.

Publicidade

Os crimes citados no inquérito que averiguou as informações dos possíveis casos são estupro de vulnerável e armazenamento de material em foto e vídeo contendo cenas de sexo envolvendo criança ou adolescente.

A decisão foi divulgada pelo Ministério Público do Paraná no início desta terça-feira, 12.

Laércio, entretanto, já está preso desde maio de 2016, quando se iniciaram as acusações sobre a entrega de bebidas alcoólicas para menores de idade, em especial a uma adolescente de 13 anos; e a acusação de estupro da mesma. O ex-BBB também já vinha sendo investigado desde o início do ano após suas declarações polêmicas durante o reality show.

De acordo com as investigações feitas pelo Ministério Público do Paraná, o crime ocorreu em 2012, quatro anos antes de sua participação no programa da Rede Globo.

Publicidade

A vítima, segundo o inquérito policial, é uma menina de 13 anos de idade que confirmou ter tido envolvimento emocional com Laércio. A delegada Daniela de Andrade afirmou que as investigações concluíram que o ex-BBB teve um relacionamento de três anos com a adolescente.

Segundo informações do laudo, a adolescente e o ex-BBB tiveram demasiados encontros em Curitiba, sendo o primeiro em um evento aberto ao público, onde Laércio procurou a menina, pediu seu contato e, desde então, começou a enviar mensagens privadas para ela. A família da vítima não sabia de informação nenhuma sobre o relacionamento e acabou descobrindo apenas quando a polícia procurou informações na residência da adolescente. Por fim, a garota concedeu imagens de conversas que vinha tendo com Laércio nas redes sociais.

O advogado do ex-BBB afirmou que recorrerá da decisão tomada pelo juiz e pelo Ministério Público do Paraná, pois afirma que não há provas suficientes das causas que levaram à relação. #Laercio