Publicidade
Publicidade

Um dos mais destacados e principais âncoras do telejornalismo da Rede Globo de Televisão, #William Bonner, tem enfrentado situação nada amistosas nos bastidores da #Emissora da família do jornalista falecido Roberto Marinho, considerada a maior emissora de televisão do país.

O apresentador e âncora William Bonner voltou aos trabalhos, após um acidente em que teve que se deparar com o uso de cadeira de rodas para que pudesse locomover, cuja situação ainda persiste. O mais inusitado é que ele tem trabalhado dessa forma, através da utilização do equipamento. Entretanto, isso tem causado um certo constrangimento aos demais funcionários, especialmente jornalistas da emissora sediada na cidade do Rio de Janeiro.

Publicidade

'Malvisto' nos bastidores da Rede Globo

Desde o último dia 11 de setembro, Bonner [VIDEO] tem se dirigido aos estúdios do telejornalismo da Globo e apresentado o "Jornal Nacional" com o pé direito quebrado, se dispondo a utilizar uma cadeira de rodas.

Entretanto, o fato de o apresentador William Bonner estar disposto a trabalhar com uma perna imobilizada acabou passando uma mensagem considerada extremamente negativa em relação aos demais colaboradores da empresa. Críticos da situação, alguns profissionais da empresa veem nessa ação de Bonner a mensagem de que todos deveriam se sacrificar pelo trabalho. A constatação por parte de alguns dos críticos dessa situação é que se William Bonner, que é um profissional já consagrado no telejornalismo brasileiro, poderia trabalhar com um pé quebrado, através de cadeira de rodas, por qual motivo outros profissionais da emissora que almejam promoções na empresa não poderiam trabalhar?

Alguns comentários que circulam nos corredores da Globo, principalmente no departamento de Jornalismo, são de que o âncora não teria a necessidade de voltar tão rapidamente aos trabalhos, menos de uma semana após a ocorrência do acidente.

Publicidade

O padrão nesses casos, dependendo da gravidade, é que ele ficasse afastado por cerca de duas semanas. O incidente que acabou acarretando num pé quebrado ocorreu no último dia 5 de setembro, quando o jornalista corria ao redor da Lagoa Rodrigo de Freitas, no Rio de Janeiro. Bonner se distraiu e acabou pisando em um buraco. Na ocasião, uma grave fratura acabou o acometendo. O apresentador acabou torcendo o pé direito e o tendão se esticou, a ponto de que se arrancasse até mesmo uma pequena parte do osso. Bonner deverá ainda se utilizar de bota ortopédica e muletas durante um período de oito semanas. #JN