A #repórter Sandra Coutinho está em Miami e é a responsável por fazer a cobertura da passagem do #furacão Irma para a TV Globo [VIDEO]. Porém, ela teve um gesto inusitado e que foi alvo de várias críticas de seus seguidores. Ela postou uma #foto do furacão chegando na cidade e, por incrível que pareça, ela estava sorrindo na imagem. "Começou #Irma", escreveu na legenda.

As pessoas que sempre acompanham os trabalhos da repórter repudiaram a atitude dela e a atacaram com vários comentários negativos. Para eles, foi uma grande falta de respeito da profissional com o povo que está em sofrimento e que são vítimas da catástrofe.

Publicidade
Publicidade

Um dos seguidores escreveu que ela estava sem noção e perguntou qual a graça nisso tudo. Outro internauta ironizou a repórter comentando se era legal tirar uma selfiezinha diante de uma situação tão caótica, onde pessoas estão morrendo e perdendo suas casas. Sem contar naquelas que ainda serão vítimas do furacão. "Espero que esteja sorrindo de nervosa", disse um outro.

Teve um de seus fãs que chegou a comparar Sandra com Naná Gouvea, que teve também uma atitude lamentável quando ocorreu a passagem do furacão Sandy, na cidade de Nova York, em outubro de 2012. Naquela ocasião, Naná ignorou as preocupações de todos e fez um ensaio no meio dos escombros.

Correspondente internacional

Para amenizar um pouco as críticas, Sandra postou mais tarde uma foto do tempo todo fechado e com uma chuva intensa em Miami.

Publicidade

Ela escreveu que tudo aquilo era muito assustador.

Sandra é a repórter responsável em passar todas as informações internacionais na região de Nova York para os programas jornalísticos da Globo. Ela foi para a Flórida fazer algumas entradas ao vivo e relatar o drama das pessoas com o Irma.

Furacão

O furacão Irma tem causado destruição por onde passa [VIDEO] e várias pessoas abandonaram suas casas para fugir do fenômeno natural.

Irma passou pelo Caribe e causou a morte de 25 pessoas e agora está nas proximidades de Flórida. Autoridades acreditam que o impacto da costa dos Estados Unidos será devastador. Para a Agência Federal de Gestão de Emergências (Fema), nenhum local da Flórida é seguro e uma das grandes preocupações de todos é a maré alta, o que pode causar grandes inundações. São aguardadas ondas de até cinco metros que podem castigar toda a região com rajadas de ventos violentas.

Há também a possibilidade de tornados no nordeste do estado. Na manhã deste domingo (10), o furacão pode alcançar o seu ponto mais forte na Flórida.