Publicidade
Publicidade

Vícios geralmente são prejudiciais à saúde e demonstram um comportamento doentio de alguém que já não tem mais controle sobre uma determinada situação, e acaba sofrendo consequências graves ao manter tal hábito. O vício pode compreender vontades mortais que se não forem controladas podem significar em perdas irreparáveis.

Por mais que muitas pessoas encarem alguns tipos de vícios como menos letais, eles podem ser tão perigosos quanto o uso frequente de drogas, por exemplo, um dos vícios mais conhecidos e que todos remetem ao significado da palavra. Mas muito mais além desse, existem outros diversos vícios e a telenovela ‘A Força do Querer’ mostrou um deles que ainda é pouco debatido na sociedade, o vício em jogos, vivido por Silvana (Lília Cabral).

Publicidade

Pessoas viciadas podem perder a sua vída após não conseguirem controlar suas vontades, e o uso daquela substância ou a repetição de algum comportamento podem fazer vítimas até mesmo entre os famosos [VIDEO], que não conseguem largar os seus os hábitos nocivos.

Vício matou cantor famoso aos 57 anos que lutava contra a dependência e que estava a anos sóbrios

A necessidade em consumir algo ou realizar determinada tarefa pode ser prejudicial à saúde, e a luta contra o vício pode ser vencida pela doença, como aconteceu com um cantor famoso que morreu aos 57 anos. Chuck Mosley pertenceu ao grupo Faith No More e morreu nesta quinta-feira (9). A família do cantor não revelou qual seria o vício de Chuck, mas disse que foi essa a causa que fez com que ele morresse tão cedo.

O cantor estava sóbrio durante algum tempo, depois de enfrentar problemas com o vício, conforme relatou a família de Chuck em uma nota à imprensa sobre a morte [VIDEO] do astro.

Publicidade

Eles preferiram manter segredo sobre qual substância o cantor norte-americano teria usado, e o vício do cantor que morreu continua sendo um mistério.

Família de cantor alerta para que outras pessoas não cometam o mesmo problema que Chuck e percam a vida

A família de Chuck ainda disse que resolveu falar sobre o assunto polêmico para que outras pessoas não fizessem o mesmo, alertando dependentes químicos que eles sofrem o risco de morrer por sua necessidade compulsiva em consumir substâncias que causam dependência. O cantor ficou no Faith No More durante quatro anos, entre 1984 e 1988, época em que ele foi vocalista da banda que ficou famosa e atua até hoje, após o afastamento de Chuck.

Em uma nota publicada nas redes sociais, a banda falou sobre a importância do cantor em sua trajetória, dizendo que a singularidade de Chuck foi um dos motivos que fizeram a formação ir para a frente e alcançar o sucesso.

Veja a foto de Mosley

#Famosos #Celebridades #Fama