Publicidade
Publicidade

A novela #O Outro Lado do Paraíso, trama das 21 horas exibida pela Rede Globo de Televisão, promete fortes emoções para seus telespectadores nos próximos capítulos. Isto porque a vida de Nádia (Eliane Giardini) terá uma reviravolta e ela terá que engolir o racismo para servir de empregada para a juíza #Raquel (Erika Januza).

As cenas que estão previstas para serem exibidas a partir do dia 7 de fevereiro. Raquel sofrerá um atentado provocado por Sophia (Marieta Severo). A juíza será atropelada e, depois de muito tempo no hospital, estará recuperada e receberá alta. Bruno (Caio Paduan) levará a amada para sua casa e solicitará que a mãe sirva de empregada para Raquel.

Publicidade

O delegado dirá que a mãe tem que dar comida e banho, que ela ficará em seu quarto. Bruno ainda que diz nos períodos em que estiver em casa a ajudará. Nádia logo protestará contra a decisão de seu filho e questionará como ela vai servir uma negra.

Bruno, então, dirá que a mãe está sendo racista e que pode ser presa por isso. O delegado irá impor uma condição para mãe: ou ela serve Raquel, ou ele vai embora e não volta nem para visitá-la. Nádia acabará sem escolha e resolverá seguir a ordem de Bruno. Entretanto, se aproveitará da situação para provocar muito a juíza.

Raquel, muito fina, dirá para Nádia que sabe que ela não está feliz por ter que servi-la, mas que no momento precisa de cuidados e que está lá porque Bruno pediu muito. A juíza continua dizendo que vai se cuidar para ficar boa e que Nádia, querendo ou não, terá que engolir a presença dela.

Publicidade

Raquel reforçará que tem muito orgulho de ser negra e que não se importa que Nádia a chame assim. A juíza ainda diz que Nádia deveria ter vergonha de ser racista e retrucará dizendo que espera que a sogra cozinhe e a sirva muito bem.

As provocações acontecerão constantemente e Raquel também não ficará por baixo, pois, sempre que tiver oportunidade, retrucará Nádia. A mãe de Bruno falará para a juíza que ainda bem que ela deixou de ser faxineira, pois não seria possível voltar rápido ao trabalho por conta da recuperação. Nádia provoca perguntando se faxineira faz fisioterapia.

Raquel responde por cima do salto, diz que faxineira tem sim direito a fazer fisioterapia, mas que o sistema público de saúde é falho. Raquel mudará de assunto, reclamará que a comida está salgada e pedirá que Nádia lhe traga água para que possa se hidratar.

Raquel, irônica, agradece a sogra e diz que tem sido muito bem tratada. Nádia, sarcástica, responderá que adora Raquel e que sonha com o dia em que ela se casará com Bruno. A juíza, então, pede para que a sogra pare de mentir, pois um raio pode cair em sua cabeça. As duas passarão por muito tempo período trocando farpas entre si.

Leia também:

Sophia joga baixo em processo de guarda de Tomaz e Clara leva duro golpe [VIDEO]

Vingativa, Clara 'rouba' empregada da ex-patroa má e descobre reviravolta [VIDEO] #Novelas