O arquipélago de Abrolhos (Bahia)está em observação, pois há possibilidade da lama da barragem da Samarco ter chegado ao local, o IBAMA fez análises através das imagens dos satélites e sobrevoou a área.

Abrolhos é uma região que possui muitos corais e se a lama tóxica atingir o ambiente marinho será um grande desastre ecológico.

INFORMAÇÕES

Eugênio Spengler, que cuida do meio ambiente na Bahia fez um voo para verificar a área e relatou que não se viu nenhuma mancha aparente, mas próximo à água do mar percebe-se que está escura e avança para Porto Seguro e pesquisadores observaram uma tonalidade com manchas em tons fortes, o que é preocupante.

O secretário disse que não se pode dizer que as manchas no mar são ou não relativas à lama da barragem, mas tudo vai depender do resultado das amostragens de água, recolhidas para análise. A Samarco também mandou analisar para que se comprove a veracidade dos fatos.

ÁGUAS TURVAS

As águas próximas a Abrolhos (Costa) estão turvas (escura), segundo informações o motivo pode ter sido causado pelas chuvas no local que fez com que os detritos fossem parar no mar.

Ronaldo Francini Filho (UFP- Universidade Federal da Paraíba) observa peixes e corais no arquipélago e informou que se a lama da barragem atingir os corais eles poderão morrer.

Essa afirmação de Ronaldo é devido à observação que foi realizada no Rio Doce onde perceberam que a luz do sol não ultrapassava 10 cm de extensão por causa da lama.

Se ela atingir os aglomerados de corais em Abrolhos, será uma catástrofe, pois eles ficarão sem luz e não poderão realizar a fotossíntese e acabarão se extinguindo. Diante desse quadro drástico ainda há o perigo dos detritos taparem os corais.

Caso este fato aconteça não será fácil para que eles voltem ao normal, pois poderão não mais se reproduzir.

Para Francini Filho, é preciso verificar se o escurecimento das águas é causado pela lama da represa, pois quando chove, faz muito frio ou venta muito forte a água se escurece um pouco devido ao acúmulo de detritos.

ANÁLISE

Após recolherem a água para análise, o IBAMA irá esperar o resultado, pois através dele se poderá constatar a origem da lama.

Os técnicos colherão a água em local próximo da costa, no interior da mancha e em local sem impurezas. O prazo é de 10 dias para sair o resultado.

Siga a página Governo
Seguir
Siga a página Natureza
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!