A vazão do Rio São Francisco é considerada a menor da história. Tudo porque a companhia hidroelétrica do São Francisco diminuiu a quantidade de água liberada da barragem de Sobradinho para o rio. Para se ter uma ideia da gravidade do problema, em pleno leito do rio um banco de areia se transformou em uma área de pastagem para o gado. Nesta área, antigamente, havia correnteza.

Na divisa dos estados de Sergipe e Alagoas, é possível ver o quanto o rio está raso em quase toda a sua extensão. O "velho Chico" tem sofrido com a baixa vazão, que tem mudado sua forma natural de ser.

Na foz do rio dá para ter esta percepção de forma mais visível.

Neste trecho o rio já não consegue empurrar o mar. Além de estar com pouca profundidade, a água que era doce e utilizada para o consumo e lavagem de roupa, já não serve mais para nada. Os ribeirinhos consomem agora apenas a água doce do poço artesiano que foi a única saída diante desta situação.

Os agricultores da região também sofrem bastante com a invasão da água salgada do mar; só em uma fazenda que cultivava arroz, 100 hectares foram perdidos.

Para a tristeza dos agricultores e dos ribeirinhos.

É triste ver o Rio São Francisco, um dos mais importantes do país e da América do sul, passando por esta situação. Este rio possui 2.863 Km, sua bacia possui uma área 641.000 km. A nascente do rio se encontra na serra da Canastra, em Minas Gerais, passando por 5 estados e mais de 521 municípios. Esta situação preocupa muito os agricultores que utilizam a água doce do "velho Chico" para irrigar as plantações. O rio é muito importante social, cultural e economicamente para os estados em que passa.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Natureza

Um outro problema que preocupa é a forma como o país administra os recursos naturais do rio, poluído por agrotóxicos e pelas ações incorretas de mineradoras. Um dos maiores afluentes do rio São Francisco é poluído na região metropolitana de Belo Horizonte. Ou seja, mais uma vez, o Homem vem devastando algo que é importante para sua sobrevivência. Está passando da hora de termos consciência que estes atos vão fazer mal não só para a Natureza mais para nós. Isso é lamentável!

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo