Parece até brincadeira, mas dessa vez a expressão "vida de cão" nãovai fazer sentido algum para essa história. Nesta semana, uma situação inusitadaviralizou entre usuários na internet, por conta do fato estarrelacionado com um cachorro e uma compra de mais de oito iPhones 7 - modelo mais recente da linha.

Umcãozinho chamado Coco, da raça malamute, ganhou nada menos que oito dispositivos da Apple.Isso mesmo: cadaaparelho da nova geração da empresa custa em média, atualmente,810 dólares.Convertendo o valor em real, o total da compra totalizariaR$ 20,6 mil.

Coco recebeu os"presentinhos" do seu dono Wang Sicong, filho de Wang Jianlin, o homem mais rico da China. Mesmo comeste status, isso não explica o fato de presentear o cachorrinho comtantos dispositivos.

De acordo com a Forbes, Jianlin possui uma fortuna estimada em mais de R$ US$ 33,7 bilhões (em real o valor totalizaria cerca de R$ 107 bilhões), uma bolada e tanto para seraproveitada.

A repercussão da história docãozinho com seus novos presentesnão teria outro resultado: o fato viralizou entre milhares de usuários, em diversas redes sociais, quase que instantaneamente.

Os comentários entre as pessoas sãodesde os mais assustados com o caso, até aquelesquesatirizam a situação.

NaChina, os interessados em adquirir o mais novo aparelho da Apple, com base em um iPhone 7 com cerca de32 GB, devem desembolsar mais de US$ 800, ou seja,Sicong gastou mais de US$ 6 mil para poder proporcionar estes mimos ao seu cachorrinho."Ele ganhandooito iPhones 7 e eu aqui torcendo pra ganhar a rifa do meu bairro", comentou um dos usuários no Facebook.

Vale enfatizar que esta não é a primeira vez que Coco ganhapresentes inusitados do seu dono.Em sua coleção também já constam Apple Watches, os relógios inteligentes da empresa.

Parece que tanto o dono quanto seu cãozinho são adeptos da marca, e ambospretendem expandir sua coleção com as principais novidades da maçã.

Wang Jianlin, o pai do excêntrico dono de Coco, tem 61 anos e é dono do Dalian Group, o terceiro maior grupo de empresas dedicado ao imobiliário na China.

Siga a página Tecnologia
Seguir
Siga a página Mundo
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!