A chamada Agricultura Biológica é fruto das pesquisas do já falecido Dr. William Albrecht, pesquisador PhD e Chefe do Departamento de Solos da Universidade de Missouri – EUA. Em seu estudo, este renomado pesquisador conseguiu demonstrar que a fertilidade do solo seria fator condicional para atingir o máximo valor nutricional dos alimentos produzidos e que, portanto, tal fertilidade incidiria de forma direta e indireta na saúde de seres humanos e animais.

Outro fato constatado em seu estudo foi a aparência e o tempo de vida dos alimentos produto desta modalidade de agricultura. Os alimentos da agricultura biológica têm um melhor visual e um tempo de vida maior do que os produzidos através da agricultura orgânica ou convencional. Cabe ressaltar que na agricultura orgânica o agricultor segue um sistema de listas positivas fortemente ‘quimiofóbica’ e que, por burocracia, não faz uso de diversos elementos químicos, com o intuito de manter seu status de produtor orgânico.

Por consequência, seus produtos podem até ser mais “frescos”, porém seu volume de produção certamente será menor e mais limitado.

O que ocorre na agricultura biológica é uma forte preocupação com a biologia do solo. Corrigindo e monitorando os teores de cálcio, magnésio, fósforo e potássio, o agricultor consegue por resultado alimentos maiores, mais vistosos, com valor nutricional mais alto (densidade nutricional) e com maior tempo de vida para seu consumo.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Negócios

Ela possui um manejo diligente, atrelado ao que existe de melhor na química para solos como pós de rochas ígneas, magmáticas, sedimentares e diversos elementos-traço. Assim, tem-se uma cultura mais produtiva, limpa, sustentável e dinâmica.

A busca por uma vida mais saudável e uma alimentação balanceada virou tendência nos principais países do mundo. Hoje altamente difundida, a agricultura biológica tem forte presença em diversos países como EUA, Austrália, Nova Zelândia, África do Sul, Canadá, Alemanha e Inglaterra.

Agricultura Biológica no Brasil

No Brasil, esta forma de cultura estabeleceu-se por volta de 1999, através dos estudos do Dr. José Luiz Moreira Garcia, que em sua interação direta com alunos do Dr. Albrecht, buscou e trouxe informações para o estabelecimento desta forma de cultivo no país. Ainda concentrada em regiões, a agricultura biológica tem uma maior incidência no sul e sudeste do país, porém em ampla expansão para estados como Goiás, Mato Grosso do Sul e Bahia.

Fato é que novas formas de cultivo, uso de tecnologia de ponta e acesso à informação são itens de peso para o desenvolvimento agrícola Brasileiro e sua inserção no mercado internacional. Deve-se estimular tais iniciativas de forma a desenvolver ainda mais o campo nacional, reforçando sua pluralidade, porém, obviamente se preocupando com a segurança sanitária e fitossanitária de todas as formas de cultivo instaladas.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo