#reciclagem na Europa é algo muito natural e faz parte das atividades diárias das pessoas. Se aqui o difícil é ver alguém praticando a reciclagem nas casas, lá, difícil é não ver alguém reciclando materiais.

Dessa forma, europeus respeitam uma regra que também vale para o Brasil, os denominados objetivos sustentáveis. A sua postura de reciclagem vao ao encontro com tais objetivos.

Em se tratando de respeito ao meio ambiente, este é um dos 17 objetivos para transformar o mundo de forma sustentável, denominado cidades e comunidades sustentáveis (12). É importante frisar que apesar destes objetivos não serem normas cogentes (impostas), são tidos como padrões morais na Europa e por isso todos os grupos sociais, incluindo a família, escola, igreja, organizações do terceiro setor, empresas e governo envidam esforços para cumprir a risca as iniciativas práticas que cumprem os objetivos do milênio.

Os objetivos sustentáveis são padrões e metas internacionais que vão até o ano de 2030, sendo que o objetivo 12 (cidades sustentáveis) traz no seu item 12.5, a seguinte meta:

"Até 2030, reduzir substancialmente a geração de resíduos por meio da prevenção, redução, reciclagem e reuso". (Fonte: Nações Unidas.Org)

Uma forma interessante utilizada pelos europeus para cumprir os objetivos sustentáveis das nações unidades é a reciclagem por meio de máquinas que pagam na hora após a entrega do material.

O bom exemplo que vem da Europa

Na Europa, já havia grande atividade sustentável na vida das pessoas. É incrível a capacidade europeia de transformar grandes problemas em grandes oportunidades. São empresas de reciclagem, uso de telhados para hortas orgânicas, uso de biocombustíveis e inúmeras iniciativas que fazem da Europa a fonte dos melhores exemplos para conscientização e respeito ao meio ambiente.

Os melhores vídeos do dia

Uma dessas atitude louváveis é uma atividade já conhecida no Brasil, mas que lá está dando muito certo. A reciclagem no dia a dia com compensação financeira pelo ato de reciclar. As empresas que investem nisso usam no recibo o slogam "Ganhamos reciclando", e é o nome da própria empresa que lidera o mercado. O valor é módico para os padrões da Europa, é na verdade, uma indenização simbólica que apenas retribui ao contribuinte o valor de mercado no material reciclado.

A inovação se tornou uma nova fonte de investimentos na forma de franquias. Os estabelecimentos comerciais que desejam prestar o serviço aos seus clientes pagam parcela à empresa e ganham as máquinas. Como europeus preferem empreendimentos deste tipo, a grande estratégia de marketing é colocar uma máquina destas, o que resulta em considerável aumento de clientes.

A iniciativa acima é da Espanha, especificamente, mas também ocorre em outros países e nos Estados Unidos. São para garrafas e embalagens [VIDEO]em especial latinhas, mas também há máquinas para garrafas de vidro. #exemplo #Tecnologia