Ano novo, preços novos. E para os combustíveis não houve nem recesso de ano novo para "atrasar" os aumentos. Em 1º de janeiro já entrou em vigor o reajuste do Governo para os valores usados como referência para a cobrança do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) da gasolina comum, premium, diesel e do etanol.

Assim, apenas com esse aumento inicial, os postos pelo estado de Minas Gerais já aumentaram suas tabelas em R$ 0,05 na bomba - tanto para a gasolina quanto para o álcool.

O levantamento foi feito pelo Jornal Estado de Minas, que ainda conversou com os donos das revendas em Belo Horizonte.

Os entrevistados garantiram que a alta é só o começo e estipulam que, com o novo salário mínimo (e novos reajustes nos impostos), a tendência é de que o preço nas bombas ultrapasse a barreira dos R$ 4 para abastecer na capital mineira. Em alguns pontos do interior do estado, o preço já sofreu reajuste apara além desse número.

Outro ponto que pode elevar o preço do combustível é o aumento de cerca de 150% na taxa de fiscalização que é cobrada nos postos pelo Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Assim, os revendedores devem repassar o custo das taxas para os clientes, claro.

Pelo visto, não é apenas nas novelas que têm história para causar pesadelos na população, o preço da gasolina vem assustando mais que qualquer facção de A Regra do Jogo.

Vale lembrar que, apenas em 2015, o preço do combustível aumentou três vezes. No fim das contas, o custo ficou 21% mais caro em relação a 2014. E tem mais levantamentos desesperadores para quem precisa abastecer seu veículo constantemente.

A cada 15 dias, o Governo de Minas divulga o resultado da pesquisa de preço médio dos combustíveis cobrado no estado.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Governo

O valor é usado como base para recolhimento do ICMS; e no último dia de 2015 a média foi de R$ 3,6601, já em 2016 o valor saltou para R$ 3,7845. Tudo isso fez com que o imposto também aumentasse de R$ 1,0614 para R$ 1,09 por litro de gasolina para os empresários.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo