Niterói para quem não conhece é uma cidade de 129,3 km, mas seu tamanho é inversamente proporcional a participação na formação do Brasil atual.

Desde da ajuda do cacique Arariboia na expulsão dos franceses,  até a elevação a Vila Real da Praia Grande em 1819, em 1834 se tornou capital do Estado do Rio de Janeiro, grande desenvolvimento foi gerado para seus moradores, como iluminação pública, barca a vapor e abastecimento de água  .

Dom Pedro II deu o título de Imperial Cidade e passou a se chamar Nictheroy, o que lhe dava certo poder e autonomia.

Em 1975 a cidade deixou de ser a capital do estado com a fusão com o estado da Guanabara, a Ponte Presidente Costa e Silva foi inaugurada, dando mais uma opção de transporte com a nova capital.

Hoje a cidade de Niterói possui cerca de 500 mil habitantes, suas ruas lotadas de prédios, oriundas da ganância especulativa, principalmente dos últimos 15 anos e aumentando cada vez mais.

Favelas se espalham e continuam a crescer sem controle algum da prefeitura, não existe um programa sequer para redução de favelas, pelo contrário, como na maioria do estado, são redutos políticos, com seus cabos eleitorais.

A tragédia recente no Morro do Bumba, parece que não surtiu efeito algum na política para prevenção e diminuição das favelas.

Para coroar os péssimos mandatos dos 3 últimos prefeitos, seus nomes sempre apareceram nos noticiários, não mostrando coisas boas, mas pelo contrário, sempre ligando a algum escândalo ou péssima administração.

A cidade já ocupou o 4º lugar no IDH nacional, mas na realidade não é isso que se tem, basta uma rápida olhada no mapa pela internet para se constar a ocupação indevida, parece regra de urbanismo na cidade.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Governo Opinião

Niterói ano que vem já não terá mais água suficiente para toda a cidade, a mesma que inaugurou um conjunto absurdo de condomínios em uma das principais avenidas da cidade, a Avenida Marquês de Paraná, já estava lotada, mas não satisfeitos foi autorizada mais construções, deixando com um trânsito insuportável.

Isso tudo aliado a política errônea das UPPs feita pelo ex-governador Sergio Cabral e agora continuada pelo governador Pezão, onde os criminosos foram "convidados" a deixarem algumas favelas da cidade do Rio de Janeiro para ocuparem as outras cidades da região metropolitana, principalmente a Baixada Fluminense, São Gonçalo e Niterói.

Os índices de assaltos com morte, assaltos à bancos, roubos de carros e casas, sequestros dispararam, uma cidade tão rica e tão mal administrada, onde tiroteios são comuns a qualquer hora do dia.

Infelizmente não teremos solução tão cedo, já que não temos políticos que sejam honestos o suficiente ou no mínimo comprometidos com a cidade, parece que é regra dentro da política brasileira, parece ser o efeito cascata de Brasília, onde temos 3 poderes corrompidos pela corrupção.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo