Com um crescimento estimado em 4,5% aoano, as viagens internacionais seguem em franca expansão e obrigamos países emergentes a qualificaram serviços básicos, comoinfraestrutura, transporte e hotelaria. Segundo dados obtidos pormeio de uma pesquisa da Organização Mundial do Turismo (OMT), 332milhões de turistas viajaram pelo mundo no período compreendidoentre janeiro e abril de 2015.

Ainda segundo informa a entidade,aproximadamente 500 milhões de viagens são esperadas até o final deagosto.

A descentralização dos destinos desejados pelos viajantessurge como elemento fundamental para a impulsão do setor de turismopelo mundo. Reduzida em tempos anteriores, a saída de turistas dosEstados Unidos para outros países do mundo cresceu no primeirosemestre. Até abril, 20 milhões de pessoas saíram dos EUA paraoutras localidades.

Com parte dos holofotes mundiaisvoltados a si nos últimos anos, com a vinda da Copa do Mundo e aposterior recepção das Olimpíadas, o Brasil tenta se preparar damelhor forma para seguir incrementando seus indicadores de turismo.Durante a Copa de 2014, cerca de 1 milhão de turistas estrangeirosestiveram prestigiando o evento em território brasileiro.

Para asOlimpíadas no Rio de Janeiro, daqui a um ano, a expectativa é deque os números sejam igualmente fartos.

Assim que o balanço com asestatísticas relativas ao turismo no mundo foi divulgado na primeirametade de julho, a própria OMT fez questão de ressaltar aimportância do setor para a economia dos países que se preparamadequadamente para receber estrangeiros. Taleb Rifai,secretário-geral da organização, entende que turismo e economiaandam lado a lado.

“Especialmentepara os governos nacionais, devemos sempre fazer essa espécie delembrete de que o turismo pode muito bem ser parte de uma eventualsolução para impulsionar o desenvolvimento sócio-econômico e ageração de emprego”, salientou Rifai.

Modernização no setor hoteleiro  

Em sintonia com a expansãotecnológica que avança por todos os segmentos, bem como uma melhorcolocação do Brasil no cenário mundial em razão dos recenteseventos que recebe, o setor hoteleiro do país busca se modernizar nosentido de otimizar o relacionamento com os clientes.

Profissionaisqualificados, promoções e ferramentas onlines são algumas dassoluções criadas.

Giganteno ramo hoteleiro, com mais de 50 anos de atuação no mercadobrasileiro e internacional, a Rede Bourbon Hotéis e Resorts apostouna criação de um site corporativo para agilizar o sistema dereservas e tornar mais ágil o pagamento de estadias. No ar desde ofinal de 2014, o portal da empresa apresentou ótimos resultados emum curto espaço de tempo: somenteno primeiro mês, as reservas online cresceram 120%, superando,inclusive, as expectativas da direção da empresa.

Com versões para tablets esmartphones, o portal apresenta um formato interativo e moderno,introduzindo funcionalidades inovadoras e tornando mais ágilreservas e pagamento de estadias.

Adriana Cardoso, diretora demarketing da Rede Bourbon, ressaltou a praticidade do novo sistema:“No novo site, o cliente acompanha o status da reserva até omomento do check-in e paga com cartão de crédito, tudo online”.

Assim como o Bourbon, inúmeras outrasredes de hoteis espalhadas pelo Brasil qualificam o seu formato deatendimento para bem receber e causar boa impressão nos turistas quedesejam conhecer o país – e, ao mesmo tempo, se atualizam conformeas conexões de um mundo cada vez mais interligado entre si.

Não perca a nossa página no Facebook!