Apesar da aprovação de parte da população de São Paulo, o prefeito Fernando Haddad (PT), também enfrentou manifestações contrárias durante a inauguração da ciclovia da Avenida Bernardino de Campos, neste domingo, dia 23, quando a Prefeitura decidiu interditar a Avenida Paulista para o tráfego de automóveis.

Enquanto cruzava a Avenida Paulista na altura da Rua Augusta, o prefeito foi interrompido por um casal que impediu a passagem do prefeito em sua bicicleta e se dirigiu ao governante com “gritos e insultos”, segundo nota divulgada pela Prefeitura.

Publicidade
Publicidade

Em sua nota, a Prefeitura de São Paulo classificou a situação com o casal como “um pequeno incidente” que “não abalou o clima geral festivo e de alegria com os pedestres e ciclistas na Av. Paulista”.  De acordo com a nota, Haddad seguiu a pé após ter sua passagem de bicicleta interrompida. A declaração também afirma que Haddad “considerou a manifestação inoportuna e pediu para que isso não estragasse o sucesso do dia”.

O prefeito também foi alvo de protestos no Minhocão, onde manifestantes se reuniram para cobrar uma atitude em relação à morte de um idoso morto por um ciclista que trafegava pela ciclovia da região central.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Política PT

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo