Na quinta-feira (3), o goleiro do Grêmio, Tiago Machowski, foi peça importante na vitória tricolor por 2x0 sobre o Figueirense pelo Campeonato Brasileiro, em Santa Catarina. Mas, ao voltar para Porto Alegre, o substituto de Marcelo Grohe não teve muitos motivos para comemorar.

Na noite de sexta-feira (4), um dia após a vitória em Florianópolis, o jogador foi abordado por dois homens armados que imediatamente o pararam. Os assaltantes levaram o carro e outros pertences pessoais do goleiro.

Publicidade
Publicidade

A abordagem ocorreu perto da residência de Tiago, na rua Gastão Mazeron, localizada na região do Estádio Olímpico, antiga casa do Grêmio.

O goleiro Tiago dava uma carona para o volante Kaio, das categorias de base, quando foi abordado perto das 18h. Ele havia comprado o novo automóvel há poucas semanas. Pelo Facebook, fez questão de lamentar o ocorrido, mas garantiu que estava tudo bem.

“Eu estava chegando na minha casa, que fica bem em frente ao Estádio Olímpico.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia

Dois homens vieram me abordar e colocaram armas na minha cara. Eu moro ali há oito anos já. Levaram tudo, inclusive meu celular. Estou sem contato. Mas graças a Deus está tudo bem”, disse Tiago.

Na ausência do titular Marcelo Grohe, convocado por Dunga para a semana de amistosos da Seleção Brasileira nos Estados Unidos, Tiago Machowski tem sido titular do Grêmio pelo Brasileirão. Além do jogo contra o Figueirense na quinta, ele esteve em campo na vitória contra o Goiás, em Porto Alegre, no último domingo.

Publicidade

Na mesma sexta-feira, uma onda de assaltos assustou os moradores do bairro Menino Deus, em Porto Alegre. Um supermercado local, uma farmácia e um posto de gasolina foram saqueados. Mais tarde, houve troca de tiros e perseguição policial no centro da cidade.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo