Em apenas três anos, a quantidade de brasileiros que possuem acesso à internet por meio de celulares cresceu mais de três vezes. É o que afirma a pesquisa TIC Domicílios 2014, realizada entre outubro de 2014 e março de 2015, em 19 mil residências, pelo Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (cetic.br) do Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br), e divulgada na última semana.

De acordo com o estudo, 47% dos usuários utilizam o celular para se conectar à internet no Brasil, o que equivale a 81,5 milhões de usuários. Já em 2011, esse número era cerca de um terço do atual, ou seja, 15%.

Esse avanço também está expresso nos dados dos dispositivos preferidos dos usuários para acessar a rede. Nessa lista, os smartphones e celulares lideram como os mais citados, sendo os preferidos por 76% dos usuários de internet pesquisados. Desses internautas, cerca de 84% também afirmaram usar o aparelho de telefonia móvel para acessar a rede diariamente ou quase diariamente.

Fenômeno

Segundo Fabio Senne, coordenador de projetos e pesquisas doCetic.br, o aumento no acesso à internet via celulares não é um fenômeno brasileiro, mas, sim, algo que também pode ser identificado em outros países, principalmente nas economias emergentes: “A relevância do acesso móvel é um fenômeno que também ocorre em outros países em desenvolvimento, sendo que alguns estudos identificam tendência de que os usuários 'saltem' para o uso móvel como o primeiro dispositivo de acesso”, afirma.

Para o pesquisador, uma boa resposta para esse crescimento estaria no grupo que compreende os indivíduos de menor faixa etária: “Um elemento importante que ajuda a entender o fenômeno é o uso da Internet no telefone celular entre crianças e jovens. Enquanto apenas 6% dos indivíduos de 60 anos ou mais são usuários de Internet no celular, esse número chega a 78% na faixa de 16 a 24 anos”, diz.

Thiago Flores, diretor-executivo do site de buscas de preços Zoom, considera que o sucesso dos aparelhos de telefonia móvel como dispositivo para acesso àinternet também se explica pela facilidade de aquisição desses aparelhos pelo menor custoe pelo crescimento do poder de compra de boa parte da população brasileira nos últimos anos: “Isso está relacionado ao fato de que esses aparelhos costumam ser mais baratos do que notebooks e computadores. Outro influenciador é o aumento do poder de compra das classes C e D nos últimos anos”, explica.

Aplicativos

Ainda de acordo com a TIC Domicílios 2014, os aplicativos e redes sociais dedicados à troca de mensagens lideram o uso dos brasileiros conectados. Questionados sobre os aplicativos que mais utilizaram durantes os três últimos meses anteriores à pesquisa, 83% dos usuários de internet em geral afirmaram utilizar aqueles, prioritariamente,voltados à comunicação com outros usuários.

Esse alto índice pode ser também relacionado ao aumento do uso de celulares conectados à internet, já que, atualmente, grande parte dos usuários tem utilizado aplicativos como WhatsApp e Facebook Messenger (os mais citados na pesquisa), como substitutos das mensagens de texto (SMS).

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo