A Organização Mundial de Saúde (OMS) publicou um estudo nesta semana que mostra que mais de 40.000 pessoas morrem, por ano, em estradas vítimas de acidentes rodoviários. O estudo publicado pela OMS não incluiu a Guiné Equatorial e contabiliza uma população de 200 milhões de habitantes no Brasil. Os números impressionam e para cada 100 mil brasileiros, cerca de 23,4 morrem em acidentes. Destas mortes, 28% acontecem em veículos de 2 ou 3 rodas e 3% são ciclistas.

Em Portugal, que possui 10,6 milhões de habitantes, o número de mortos em estradas é bem menor.

São pouco mais de 600 mortos por ano, equivalente a pouco menos e 8 vítimas por cada 100 mil habitantes. Mais de 30% morrem em acidentes com carros de passeio, 20% são acidentes em veículos de 2 ou 3 rodas e 4% são ciclistas. De acordo com a OMS, o maior número de mortos em acidentes rodoviários ocorrem em países mais pobres. De acordo com o estudo, quanto menor o PIB (Produto Interno Bruto), maior o número de acidentes.

O país com maior número de mortes por acidentes no mundo é a Líbia. Apesar de possuir um pouco mais de 6 milhões de habitantes, aquele país do norte da África lidera o ranking de mortes e para cada 100.000 habitantes, mais de 70 morrem em acidentes rodoviários.

Dentre os maiores países, em referência a economia, os EUA somam pouco mais de 10 mortes para cada 100 mil habitantes, a China quase 20 mortes e o Japão menos de 5 mortes.

Dentro da Europa o país com o menor número de mortes é a Suécia com 2,8 para cada 100.000 habitantes. Em segundo lugar está o Reino Unido com 2,9 e a Holanda com pouco mais de 3. O importante estudo concluído pela Organização Mundial da Saúde diz que os acidentes rodoviários são a principal causa de mortes entre jovens até 30 anos de idade.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Relacionamento

Os acidentes matam mais do que o suicídio e a AIDS.

Durante a Assembleia Geral da ONU, ocorrida em setembro, os presidentes de diversos países se comprometeram em adotar estratégias para melhorar a segurança nas estradas e diminuir o número de mortos e feridos em todo o mundo. Em novembro o Brasil sediará uma conferência sobre segurança nas estradas e pretende implementar medidas que diminuam a 'chacina' que acontece nas estradas do país.

Outras Notícias

OTAN inicia o maior treinamento militar desde 2002.

Clique e leia.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo