A aposentada Osmarina Duarte de Sousa,de 76 anos, que reside na Zona Sul de Teresina, capital do Piauí, é um exemplo de persistência e otimismo. Mesmo após participar de outras seis edições do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a aposentada se mostra confiante e vai encarar as várias provas da sua sétima edição, previstas para este fim de semana.

Moradora do bairro Deus Quer, Zona Sudeste da capital piauiense, ela demonstra otimismo, descontração e muita força de vontade.

A aposentada contou ao portal G1 que tem se esforçado muito para estar apta para o exame deste ano. Além de estudar no período noturno, ela concilia as tarefas de casa com os estudos e, no tempo que sobra, ela rever o que estudou durante a noite. Segundo ela, já se tornou comum ficar estudando até bem tarde.

“Todos os anos faço preparatório, sou muito esforçada e tenho muita ajuda dos professores,nunca vou desistir de estudar.

Muitos me perguntam o que estou fazendo ainda na escola, mas eu penso comigo mesma, a vida é assim e parar de estudar jamais. Acordo cedinho e cuido das tarefas de casa, e depois volto a estudar. Só o que tenho feito é estudar muito”, disse.

A aposentada, que foi alfabetizada aos60 anos, vê no Enem o começo de um futuro melhor. Ela disse que sempre sonhou entrar na faculdade e ser professora de geografia.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Educação

“Devido a nossa situação financeira trabalhei por muito tempo na roça com os meus pais, eu era analfabeta e infelizmente não tive a chance de estudar como muitos jovens de hoje em dia têm. Vim para o Piauí, consegui terminar os estudos e continuei me esforçando para ficar apta para o Vestibular.Sempre sonhei em entrar para a faculdade, e com determinação, muito esforço e persistência, esse ano eu conseguirei", garante.

Questionada por sua força de vontade, por estar determinada a entrar na faculdade e servir de exemplo para outros estudantes, ela foi modesta. Ela aconselha os estudantes jovens, que não se importam com o Exame como deveriam, a aproveitaremao máximo o seu tempo disponível e levarem mais a sério o Enem por se tratar de uma porta para um futuro melhor.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo