Marcos da Costa é candidato à reeleição e nas redes sociais ele aparece em uma foto ao lado do ex-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Luiz Flávio Borges D'Urso e também de João Vaccari, o ex-tesoureiro do Partidos dos Trabalhadores que foi preso na operação "Lava Jato". Até a advogada Valeska Teixeira Martins apareceu nas fotos pelo vínculo do pai, ela é candidata a conselheira na chapa de Ricardo Sayeg, da oposição.

Costa disse que é lamenta tudo isto que está ocorrendo em relação à reeleição na OAB.

Publicidade
Publicidade

E como as imagens associam os candidatos à OAB-SP ao PT, as acusações aconteceram de forma inevitável. Ele ainda garantiu que não conhece Vaccari e nunca tiveram nenhum tipo de contato.

"Tem candidato que tem problema na chapa dele e então cria uma situação que não existe", disse o advogado Marcos Costa em sua defesa.

A eleição para presidência da seção de São Paulo da OAB será realizada hoje (18) e a internet está sendo utilizada por vários grupos adversários para acusarem uns aos outros e a forma utilizada é associando alguns dos membros ao PT, inclusive dando a entender que atualmente estar associado ao Partido dos Trabalhadores é ter a ética e o compromisso com a verdade comprometidos.

Publicidade

Valeska, filha de Roberto Teixeira, amigo do Lula, também ficou revoltada com as acusações e as imagens divulgadas. Ela está na chapa de Ricardo Sayeg que chamou o ataque à sua chapa de "ridículo".

Raimundo Barbosa, João Biazzo, Anis Kfouri, Hermes Barbosa e Sergei Cobra Arbex também concorrer à presidência da OAB-SP juntamente com Sayeg e Costa.

A OAB-SP é a maior seção da entidade em todo o Brasil e conta atualmente com um orçamento acima dos R$ 200 milhões, sendo que ao todo são mais de 280 mil advogados já inscritos.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Eleições

Ricardo Sayeg, candidato pela chapa 13, defende um maior combate à corrupção e ainda criticou a entidade: "Hoje a entidade é muito mais um cartório do que um instrumento de concretização da cidadania."

Os candidatos estão apresentando suas propostas e trocando acusações em um “vale-tudo” para chegar à presidência da OAB-SP.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo