Uma criança de apenas 11 anos foi levada para o hospital geral de Feijó, cidade a 360 km de Rio Branco (AC). O motivo: uma surra que levou de seu pai.

A criança foi atendida pelo médico de plantão. Ela apresentava marcas nas costas, o rosto machucado e um dedo fraturado.O médico acionou a Polícia e juntamente com o Conselho Tutelar, eles foram até o hospital e constataram a agressão. O pai da jovem que a acompanhava no hospital, foi detido ali mesmo e levado para a delegacia.

O delegado que cuida do caso, Samuel Mendes, relatou que o pai de 54 anos, disse em depoimento que bateu de corda na filha para “educá-la.

O homem disse que a filha tinha o hábito de sair de casa sem dar satisfações para onde ia, com quem estava e onde tinha ido.

O pai, que tem um comércio de frutas e verduras, alega ainda que notou que faltava um dinheiro que ele havia reservado no caixa. Ele alega que a única pessoa que tinha acesso ao caixa era a filha, e que não tem dúvidas de que ela que o furtou.

Interrogada, a jovem confirmou que realmente saía de casa sem dar satisfações, mas nega que tenha furtadoo dinheiro.Ela ainda afirma que essa não é a primeira vez que sofre esse tipo de agressão por parte do pai.

Os vizinhos sempre ouvem, mas nunca tiveram coragem de denunciar.

Após os depoimentos, o pai da jovem foi liberado e responderá um processo por maus-tratos.A jovem, foi submetida a exames de corpo de delito. Após o exame, ela foi entregue para o Conselho Tutelar.O conselheiro responsável pelo caso, Ronaldo Nascimento, disse que a jovem foi levada para a casa da mãe.

Agora ela será acompanhada por uma assistente social e também passará por tratamentos psicológicos para que amenize o trauma e medo do pai.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Polícia

Recentemente, foi aprovado na câmara uma alteração na lei que prevê punição por crimes de maus-tratos.De acordo com o artigo 13 do ECA (Estatuto da criança e do adolescente), a pena por maus-tratos a crianças, adolescentes, idosos e pessoas incapazes de se defenderem, pode chegar a cinco anos de prisão.

Na sua opinião, o pai deve ou não deve ser condenado?Deixe seu comentário.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo