Parece até história de ficção e terror o fato que aconteceu em Poxoréu, uma pequena cidade do interior matogrossense.

Durante muito tempo, a cidade acreditava na "lenda" de que o coração do missionário italiano Attilio Giordani, que morreu em 1972, estava enterrado na Igreja. Entretanto, os moradores locais não sabiam da localização, mas qual não foi a surpresa quando, durante a reforma de uma igreja, os pedreiros encontraram um pote com um coração enterrado no altar.

O missionário atuou no estado durante a década de 70 como colaborador da missão salesiana, gostava muito de Poxoréu. De acordo com informações do site G1:"O missionário gostava muito dessa região de Poxoréu e quando ele morreu de infarto durante uma reunião na sede dos salesianos, em Campo Grande, a família pediu que o corpo fosse encaminhado para a Itália, mas o coração ficou em Poxoréu", relatou o padre Alexandre, que solicitou dos salesianos uma definição sobre o caso.

Ainda segundo a notícia do G1, o missionário era muito atuante e querido pela população da cidade, inclusive entre os jovens. Em poucos meses Giordani revolucionou a cidade, através de organização de jogos e brincadeiras fez com que todos os jovens e adolescentes frequentassem o centro juvenil da igreja.

A façanha de retirada do coração aconteceu graças a um padre que era pároco na Matriz de Poxoréu na época.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Curiosidades Religião

Durante a preparação do corpo, o padre pediu a autorização do médico para a retirada do coração, que foi colocado em vidro cheio de formalina. O coração ficou guardado em seu quarto até 1973, quando a igreja estava finalizando as reformas da época, o coração então foi colocado centralizado na coluna do altar.

Apesar de ser padre, Attilio tinha mulher e três filhos, inclusive um neto do missionário nasceu em Poxoréu, só que com o tempo, toda a família regressou para a Itália.

Enquanto os salesianos não se pronunciam sobre este caso, o destino do coração ainda é incerto, apesar que o Padre Alexandre, membro da igreja que fez a solicitação para que os salesianos definissem o caso, acredita que o coração deveria ser enterrado novamente na Igreja.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo