O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva esteve na Polícia Federal para dar um depoimento sobre a amizade que ele mantinha com José Carlos Bumlai, preso recentemente na "Operação Lava Jato".

Lula confirmou que realmente chegou a recepcionar Bumlai, porém não quis revelar quantas vezes deu abrigo ao pecuarista na Granja do Torno que é uma das residências utilizadas oficialmente pelo presidente da república.

Os investigadores chegaram a fazer vários questionamentos ao ex-presidente Lula, por estarem convencidos de que ele sabia muito mais do que estava dizendo.

Bumlai foi preso em Curitiba e revelou que chegou a fazer um empréstimo em seu nome no valor de R$12 milhões para o caixa 2 do Partido dos Trabalhadores. Este empréstimo foi realizado junto ao banco Schahin e nunca foi quitado.

O ex-presidente Lula contou que ficou conhecendo Bumlai durante a campanha para as eleições presidenciais no ano de 2002.

Nesta ocasião, Lula gravou um vídeo para ser mostrado na campanha a respeito da agricultura no país e o cenário foi uma fazenda de Bumlai.

Entretanto, Lula alega que nem conversou com o empresário sobre o empréstimo realizado para o PT e que nunca conversaram sobre dinheiro ou qualquer outro assunto ligado a valores.

Lula também contou que Bumlai nunca fez exigências de algum cargo em troca do empréstimo realizado em seu nome para o PT.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia Lula

Lula ainda negou que conversou com o preso na "Lava Jato" sobre as indicações de Nestor Cerveró e muito menos de Jorge Zelada para ocuparem cargos na Petrobrás.

A PF achou curioso que Lula contou que seus filhos e também suas noras têm amizade com Bumlai, mas não chegou a citar os nomes de todas as noras, alegando que havia se esquecido.

LULA DEFENDE JOÃO VACCARI NETO

O ex-presidente Lula, durante seu depoimento à Polícia Federal, chegou a defender João Vaccari Neto, ex-tesoureiro do PT, que está preso desde o último mês de abril, ao ser condenado na operação Lava Jato.

Lula disse à PF que não acredita que Vaccari conseguiu vantagens por causa dos contratos na Petrobrás.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo