Os casos de microcefalia estão aumentando no país e no litoral e interior de São Paulo. Existe a suspeita de 14 casos, de acordo comdados foram informados nesta terça-feira (08/12) pelas prefeituras das cidades de Campinas e São Vicente.

De acordo com o Ministério da Saúde, São Paulo não está entre os treze estados com suspeita da doença, além do Distrito Federal. Dados revelam que no Brasil já existem 1,761 casos suspeitos.

A Prefeitura de Campinas realiza uma investigação para averiguar a relação do zika vírus com a microcefalia detectada em dezbebês nascidos na segundaquinzena do mês de outubro.

A diretora do departamento de vigilâncias em saúde de Campinas, Brigina Kemp, disse que eles querem analisar a relação dos bebês com o zika vírus.

Existe a possibilidade de se confirmar a presença do vírus, pois duas mães informaram que, quando estavam grávidas, tiveram manchas vermelhas no corpo.Autoridades informam o caso de microcefalia quando se constata que o recém-nascido possui o diâmetro da cabeça com menos de 32 cm e assim seguem o protocolo, o mesmo não ocorre em outras cidades.

SITUAÇÃO CRÍTICA

A cidade de Campinas registrou um índice elevado de dengue, com 65.280 casos (maior epidemia da história da cidade), e no ano de 2014 os dados revelaram 42 mil casos, recorde nos casos de dengue no país.

É uma situação alarmante, uma vez que o mosquito transmissor é o Aedes aegypt,que causa tanto a dengue como a chikungunya e o zika vírus.

Campinas já havia registrado casos de microcefalia com percentual de um caso por ano e, em 2011, constataram-se quatro ocorrências. Apesar da preocupação não se registrou nenhum caso de zika vírus.

A primeiranotificação de microcefalia no municípioocorreu no fim do mês de novembro e o bebê havia nascido nno dia 15 de outubro. O segundocaso foi notificado dia 25do mesmo mês, com o nascimento em 3 de novembro.

É importante que as gestantes façam o acompanhamento do pré-natal com um médico, não usem drogas ou álcool e mantenham uma boa alimentação. Os cuidados são fundamentais para garantir uma boa gravidez.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo