Já se somam mais de 15 dias e a família de Laura Vitória Oliveira da Rocha, de 9 anos, continua sem notícias do destino da menina. De acordo com o delegado João Sérgio Kenupp, da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), mesmo após ouvir todos os familiares e pessoas próximas a criança, a investigação segue sem novidades.

Logo no início das investigações, Jussandra Pereira de Oliveira que é avó da menina sugeriu que suspeitava do ex-namorado da mãe de Laura Vitória, identificando-o apenas como Rafael, conforme o Portal do Tocantins noticiou, Jussandra afirmava em primeiro momento, “Não tem quem tire da minha cabeça que foi aquele rapaz da moto.

O meu suspeito é aquele homem. Segundo ouvi falar, ela (mãe da Laura) o namorava”.

A polícia posteriormente passou a suspeitar de Rafael, e a sociedade em busca de uma possível solução para o crime também, pois tão logo foi levantada a possibilidade de Rafael ser suspeito e o mesmo não pode ser ouvido tão prontamente, pois estava viajando. Mas ao chegar de viagem foi ouvido pelas forças policiais que o identificou como sendo Rafael Viturino Motaque é ex-namorado de Sione Pereira Oliveira, ele foi ouvido pela Polícia no dia 19 de janeiro de 2016.

Mas antes mesmo de Rafael ser ouvido, o delegado de Homicídios e Proteção à PessoaJoão Sérgio Kenupp, afirmou que todos os parentes de Laura eram suspeitos e que iria ouvir todos novamente, o que foi feito, todos foram ouvidos e nenhuma suspeita concreta que ajudasse a desvendar o desaparecimento de Laura Vitória.

A comoção popular é grande, sabemos de todo empenho da DHPP em solucionar o caso, assim como sabemos à angustia da família que mesmo com desaparecimento de Laura Vitória, uma menina meiga, educada, inteligente e muito amorosa, serem ainda assim suspeitos de seu desaparecimento.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia

A oferta de recompensa de R$20.000 reais oferecidos pelo prefeito Carlos Amastha ainda continua ativa, todos que tiverem qualquer informação sobre o caso, ou que possa chegar a um suspeito ou tenha vista Laura Vitória, não deixe de comunicar a polícia.

Comente e compartilhe, quando mais gente por dentro da notícia, maior a possibilidade de alguém reconhecer ou saber algo sobre o caso.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo