Com uma nota satisfatória no ENEM, o candidato pode estudar em instituições públicas e privadas, sendo este o maior vestibular do mundo. Mas, você sabe como usar a sua nota para dar um up em sua carreira? Aprenda agora!

Quase seis milhões de pessoas aguardaram ansiosos para saber o resultado do Exame Nacional do Ensino Médio - o ENEM. O MEC só divulgou os resultados na tarde dessa sexta-feira, 8, e por conta disso o excesso de acessos fez o site sair do ar, de forma que muita gente ainda não sabe a própria nota.

Como funciona a avaliação

O MEC avalia o candidato em cinco categorias: Ciências Humanas e suas Tecnologias (História Geral e do Brasil, Geografia Geral e do Brasil, Sociologia e Filosofia), Ciências da Natureza e suas Tecnologias (Biologia, Química e Física), Matemática e suas tecnologias;Linguagens, Códigos e suas Tecnologias (Língua Portuguesa e Língua estrangeira escolhida - Inglês ou espanhol) e Redação.

Todas as categorias são avaliadas com nota que varia de zero (0) à mil (1000). As cinco notas são somadas e divididas por cinco.

O número final dessa divisão não pode ser inferior à 450 pontos, pois essa é a nota minima para se inscrever em sistemas de bolsas e no FIES.

Cada universidade pode estipular uma nota de corte. A USP, por exemplo, liberou alguns cursos para que o ingresso seja também através do ENEM, além do vestibular tradicional pela FUVEST. Oito cursos ganharam a nota minima de corte de 700 pontos, logo, se alguém tirou 699, já não pode disputar uma vaga nesses cursos dessa universidade.

Nos próximos dias oMECabrirá o sistema SISU, que serve para que os candidatos vejam as vagas e instituições públicas disponíveis a fim de se inscrever.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Educação

A maior parte das instituições são federais, mas há algumas estaduais com restrições. A Universidade de São Paulo não liberou inscritos do ENEM para cursos tradicionais concorridos, como os de medicina, comunicação e artes.

É possível saber até o último dia se ainda está dentro do minimo de vagas para garantir-se no curso. Pouco depois de encerrar as inscrições, será aberto o sistema do PROUNI, que confere bolsas de estudo parciais e integrais em universidades particulares. O nome, campus, cursos e número de vagas também é disponibilizado para o candidato.

Depois haverá o SISUTEC, que serve para inscrever-se em cursos técnicos de escolas federais. Por fim, a nota é requisito para quem deseja financiar o curso através do FIES. É importante saber que para usufruir do FIES, além de preencher os requisitos de renda minima e participação no ENEM com nota minima de 450 pontos, o candidato precisa estar matriculado em uma instituição particular e a mesma deve ter aderido ao sistema do FIES.

Vale ressaltar que houve mudanças no financiamento estudantil e somente cursos com nota máxima no MEC podem ser financiados, além disso, existe um limite de inscritos.

Verifique a disponibilidade direto na universidade.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo