Ju Isen da Unidos do Peruche, uma das Escolas de Samba do Carnaval de São Paulo, fez manifestação contra o governo PT e a presidente da república, Dilma Rousseff. A modelo tirou a roupa em frente ao módulo onde estavam presentes os jurados que julgam os quesitos fantasia e evolução e ficou seminua, mostrando os seios e um tapa-sexo com a imagem da presidente. Isso, segundo Sergio Ferreira, presidente da Liga das Escolas de Samba, pode custar caro para a Unidos do Peruche, em termos de pontuação.

Por outro lado, alguns internautas na rede social Facebook fizeram protestos pedindo a ajuda dos movimentos a favor dos direitos da mulher, para que eles se manifestem a favor da moça que aparece em vídeo sendo fortemente empurrada por algumas pessoas: “Estamos aguardando um texto de algumafeminista [...].”, diz a publicação compartilhada na página do ‘Movimento Endireita Brasil’.

A cena também contou com as filmagens ao vivo da Rede Globo de TV, que flagrou Isen tirando a roupa e mostrando os seios.

De acordo com a entrevista dada pela modelo ao portal UOL, em resposta ao presidente da Unidos do Peruche, que afirmou em entrevista que irá processar a modelo por ela ter descumprido uma determinação da agremiação, a moça respondeu que o carnaval é uma festa onde todos já sabem que a mulher pode ficar seminua: “[...] Carnaval é nudez, Carnaval é sensualidade.”, contou.

Isen ainda afirmou que não irá se intimidar com as ameaças vindas de alguns integrantes da Escola de Samba e do presidente Serginho.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Polícia Carnaval

De acordo com ela, a moça também irá entrar na justiça para processar os integrantes da Unidos do Peruche que a agrediram, ‘empurrando, pisoteando e chutando’ a modelo. “[...] não vou ser agredida assim". Confessou.

Isen ainda teria contado à reportagem do UOL que o motivo do protesto tem a ver com o repúdio ‘do povo brasileiro’ contra o governo PT e a presidente Dilma Rousseff. A modelo ainda contou que já fez outros protestos e esse também trataria da questão da corrupção, da falta de escola, de segurança e de hospitais no Brasil: “[...] Eu vim realmente para manifestar.”

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo