Vergonha. Pelo menos é assim que se pode conceituar a atual imagem que o Brasil está passando para a comunidade internacional em relação ao seu atual momento de instabilidade e falta de credibilidade das pessoas que foram eleitas para representar o povo. Não passa um minuto que não surja aqui ou aliuma denúncia. Infundada ou não - ah! esta é outra história! A recente notícia que estampa os principais jornais sul-americanos e que coloca o Brasil no centro das atenções dá conta de um eventual lobby de alguns presidentes amigos de Dilma:Evo Morales (Bolívia),Tabaré Vasques (Uruguai) e Venezuela Nicolás Maduro.

No entanto, o surpreendente é a reação do presidente da Argentina Mauricio Macri querecentemente venceu as eleições defendendoa luta contra os governos esquerdistas que se institucionalizaram na América do Sul e Central e, principalmente, contra o eterno ‘Kirchnerismo’ que se instalou na Argentina e o chavismo venezuelano.

A chanceler argentina Susana Malcorra promete medidas austeras contra o que considera um golpe tentar depor a presidente brasileira Dilma Rousseff, através do Impeachment.

Ela se posiciona a favor do afastamento do Brasil do Mercosul, caso persistam as manobras de afastar Dilma, contrariando as cláusulas democráticas do bloco.

Caso análogo com dois pesos e duas medidas

Em 2012, o Paraguai sofreu esta mesma punição que o Brasil está sendo ameaçado por conta da destituição do presidente Fernando Lugo, pelo congresso daquele país. É bom lembrar que, naquela época, Maurício Macri era oposição ao governo da presidente Argentina Cristina Kirchner.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Lula

Macri considerou lícito o processo que destituiu Fernando Lugo, mas criticou a expulsão do Paraguai do Mercosul. É de se pensar por queMaurício Macri, agora no púlpito da Casa Rosada, trocou de ideia. As circunstâncias que levaram ao impeachment do presidente paraguaio – até onde se sabe e circulam em todas as redes sociais, são infinitamente irrelevantes se formos comparar à Operação Lava Jato da Polícia Federal.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo