A sexta-feira, 18, foi marcada por confusão, memes e gente insatisfeita. Enquanto cerca de 3 milhões de pessoas protestaram pelo impeachment e o fim da corrupção no dia 13 de março na Avenida Paulista, apenas 100 mil pessoas, segundo organizadores, estiveram no mesmo local no dia 18 defendendo o governo, e a falta de interesse das emissoras de TV em fazer a cobertura do ‘evento’gerou indignação.

Uma dessas pessoas é Leandra Leal, uma atriz global e que pode estar na lista negra do ‘RH’ da empresa.

A moça usou o Twitter para marcar o perfil oficial da Globo News e perguntar por que não fizeram a cobertura dos protestos contra o Impeachment da mesma forma que fizeram das manifestações históricas do dia 13 de março e depois no dia 17, quando a população protestava indignada após ouvirem as gravações telefônicas entre Lula e Dilma. A atriz foi amplamente criticada nas redes sociais e acabou apagando seu tweet.

Mesmo sem ter obrigação de responder ao questionamento da atriz e de petistas revoltados, um representante da emissora declarou para a ‘Folha de S. Paulo’ que não quis expor seus funcionários em uma transmissão do evento pois os petistas têm um histórico de serem violentos com as equipes globais, o que poderia seraindapior após o empenho do jornalismo da emissora em desmascarar Lula e o governo.

Outra análise para o RH global

Mais uma ‘famosa’ e colega de Leandra que andou se envolvendo com polêmicas por causa de Política nos últimos dias foi a ex-CQC e ex-Vídeo Show, Monica Iozzi.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Lula Política

A moça usou o Twitter para repudiar os protestos,dando a entender, segundo seu tweet, que as pessoas só protestavam após assistir o Jornal Nacional, que fez algumas reportagens especiais sobre a corrupção no Brasil.

Veja o Tweet:

Ela também fez outro tweet para insinuar que apoiadores de Jair Bolsonaro não são humanos e gravou um vídeo com outros artistas convidando a população paraos protestos contra o impeachment.

A humorista pretende voltar as telas da TV Globo em outubro, estreando sua primeira novela, mas 'muita coisa pode acontecer' após asdeclarações polêmicas envolvendo política e a programação da emissora. Além disso, a popularidade da humoristacaiu bastante nos últimos dias. Agora é esperar a poeira abaixar ou as próximas polêmicas.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo