A nova recente pesquisa do Instituto Datafolha evidencia que 60% dos brasileiros querem a renúncia da presidente Dilma Rousseff (PT) e de seu vice, Michel Temer (PMDB), que pode assumir o cargo caso a chefe de Estado não resista ao processo de impeachment em tramitação no congresso.

A pesquisa foi realizada nos dias 7 e 8 de abril, e mostra ainda que 61% dos entrevistados querem o impeachment de Dilma. Na última pesquisa, realizada em 17 e 18 de março, a taxa era de 68%. Ainda de acordo com o Datafolha, 58% dos entrevistados também querem o impeachment de Temer, enquanto 28% são contrários à saída do peemedebista.

5% são indiferentes e 9% preferiam não opinar.

O Datafolha também perguntou aos entrevistados sobre sua opinião quanto à possibilidade de realização de novas eleições para presidente. 79% dos entrevistados disseram ser a favor de um novo processo eleitoral, enquanto 16% se mostraram contrários e 4% se mostraram indiferentes ou preferiram não opinar sobre o tema.

Em relação à renúncia exclusivamente de Dilma, 60% se mostraram favoráveis, uma redução de 5% em relação à última pesquisa, quando 65% dos brasileiros afirmaram querer que a presidente deixasse o cargo.

Segundo análises de especialistas e da mídia, os números mais elevados de março coincidiram com grandes manifestações contra Dilma Rousseff e o PT e a divulgação de áudios grampeados do ex-presidente Lula, incluindo uma conversa com a presidente Dilma.

O Datafolha também avaliou que 63% dos brasileiros classificam o governo de Dilma como ruim ou péssimo, contra 69% que partilhavam dessa opinião na pesquisa de março.

Para elaborar a pesquisa, que incluiu também cenários de sucessão eleitoral e possíveis saídas de outros agentes da Política nacional, o Datafolha entrevistou 2.779 pessoas em 170 munícipios do Brasil.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Lula Michel Temer

O Instituto aponta margem de erro de 2% para mais ou para menos em todos os cenários avaliados.

Apoio às manifestações e possível governo Temer

Outra pesquisa realizada pelo Datafolha nas mesmas datas analisou o apoio dos brasileiros às manifestações que pedem a saída de Dilma Rousseff do cargo de presidente da República. Segundo a pesquisa, 66% dos brasileiros apoiam os atos anti-Dilma e PT. Já em relação às manifestações favoráveis ao governo, 45% se disseram a favor e 47% contra.

Analisando a possibilidade de um possível governo do vice-presidente Michel Temer, o Datafolha perguntou aos entrevistados sua opinião sobre um mandato do peemedebista.

Para 38% dos brasileiros, um governo de Temer seria ruim ou péssimo, enquanto 33% acreditam que o atual vice faria uma gestão regular. Somente 16% dos entrevistados acreditam que um governo de Michel Temer seria bom ou ótimo.

Quando questionados sobre as comparações entre um possível governo de Temer com o governo de Dilma, 37% afirmaram que um mandato do peemedebista seria igual ao da petista. Para 27%, um governo de Temer seria melhor do que o de Dilma, enquanto 26% acreditam que uma gestão Temer seria pior.

Na pesquisa, o Datafolha também perguntou aos brasileiros consultados se eles acreditam efetivamente na saída de Dilma. Para 49% deles, a presidente deixará o cargo, enquanto 43% acreditam que ela não deixará a presidência.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo