Em meio aefervescência política após a votação ocorrida neste último domingo (17), que deferiu o processo de Impeachment pela Câmara dos Deputados ao qual encaminhou-se para o Senado Federal nesta semana, Michel Temer trocou o Palácio do Jaburu, sede oficial da vice-presidência em Brasília-DF, para o seu escritório na praça Panamericana em São Paulo.

A movimentação contínua do vice-presidente entre Brasília e a capital paulista acabou despertando a curiosidade da vizinhança e posteriormente atraindo os veículos de imprensa e estima-se que o mesmo recebeu vários caciques do Partido da Mobilização Democrática Brasileira (PMDB) como por exemplo o ex-Ministro de Segurança da Aviação Civil, o senhor Eliseu Padilha,cujo nome é cotado à Secretária de Governo neste eventual governo.

Apóschegaram para este encontro o ex-Ministro da Integração Nacional e candidato derrota ao Senado Federal pela Bahia, o senhor Geddel Vieira Lima, juntamente com Moreira Franco.

Fizeram-se presentes na mesma oportunidade o senador Romero Jucá (PMDB-RR), o promotor José Yunes, o cientista político Gaudêncio Torquato e também Delfim Neto, o qual na saída foi questionado se poderia assumir algum Ministro e o mesmo alegando a sua idade avançada de 88 anos, mostrou indisposição para aceitar quaisquer convites desta natureza.

Oex-Ministro da Fazenda, ainda em diálogo com a imprensa nacional, esbanjou simpatia e otimismo para com o projeto de reconstrução nacional com prioridade no âmbito econômico, além de elogiar o vice-presidente ao afirmar que este possui boas ideias.

Entre os nomes cotados ao eventual governo Temer, aparece para assumir a Advocacia Geral da União, o senhor Alexandre de Moraes que atualmente exerce a Secretaria de Segurança de SP, enquanto para condução do Banco Central surgem Illan Goldfajn; Amaury Biere tambémMauroMesquita.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Lula Governo

O ex-presidente do Banco Central Henrique Meirelles poderá "comandar" o Ministério da Fazenda enquantona possibilidade de recusa deste, foram também convidados o atual governador do Espírito Santo Paulo Hertung,o presidente da Febraban Murilo Portugal, opresidente do Insperex-secretário de Política Econômica da Fazenda Marcos Lisboaeoex-presidente do Banco Central durante o governo de Fernando Henrique Cardoso, o senhor Gustavo Franco.

O ex-Ministro do Desenvolvimento Sérgio Amaral e o Secretário-geral das Relações Exteriores Sérgio Danese foram convidados para o Ministério das Relações Exteriores, enquanto ainda nesta presente situação encontram-se configurados para assumir o Ministério da Justiça os nomes de Carlos Ayres Brito, o também ex-Ministro do STF Carlos Velloso e oex-Secretário de Justiça e da Segurança Pública de SP, o senhor Antônio Cláudio Mariz de Oliveira.

Ainda na saída da reunião, o senador roraimense Romero Jucá admitiu que nas atuais circunstâncias caso Michel Temer venha realmente assumir a Presidência da República, este jápossui condições propícias de nomear a sua equipe.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo