O fato aconteceu na cidade de Vitória, no Espírito Santo. Uma mãe, ao receber um questionário elaborado visando o projeto social da prefeitura daquela cidade, achou, no mínimo, ‘estranho’ a pergunta sobre orientação sexual para crianças, já que o projeto era destinado a pessoas de 6 a 15 anos. Em um dos itens, havia a pergunta: ‘Orientação Sexual’. A mãe respondeu com surpresa, e afirmou: “Ele só tem 7 anos”.

O Projeto Social se chama ‘Caminhando Juntos’, (Cajun) e, através de uma nota, a Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) da cidade de Vitória disse que a questão é que o formulário foi passado no formato padrão e que a mesma não tinha nenhuma intenção de causar ou insinuar qualquer situação que viesse constranger os familiares.

A Semas ainda ressalta que, no caso que aconteceu com a mãe que se revoltou por causa de uma das opções, não existe problema. A Secretaria inclusive pediu à mãe que desconsiderasse a informação, uma vez que seu filho tem 7 anos.

Por outro lado, a mãe ao ver a pergunta no questionário, além de ter escrito que seu filho não tinha idade suficiente para definir o que quer ser da vida, com relação à orientação sexual, a mesma ainda tirou fotos com o seu celular e postou em seu perfil de rede social. Lá, ela escreveu como legenda da imagem: “Alguém pode me explicar qual a finalidade disso?”, perguntou.

Houve centenas de respostas em sua pergunta no Facebook. Muitas pessoas saíram em apoio à mãe, diversas disseram em forma de resposta que ela está correta, pois, não há necessidade de haver, em um questionário para pessoas de pouca idade, uma pergunta sobre o que ela quer ser no sentido sexual.

Já outras pessoas, como também havia explicado a própria Semas anteriormente, defenderam que não há problema no questionário, pois, o mesmo também é direcionado para adolescentes, que já estão entrando na fase de conhecimento sexual próprio, e, por isso, já devam entender o que de fato queiram ser sexualmente, e, portanto, o filho dessa mãe realmente não precisava responder esse quesito.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Curiosidades

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo