O corpo de Yrna de Souza Castro de 27 anos, foi encontrado no porta malas do carro de seu namorado, o jornalista e empresário, Gregório Donizete, na cidade de Fortaleza na capital do Ceará. Segundo o portal de notícias G1, a universitária apresentava sinais de overdose, a Polícia continua investigando o caso.

Entenda como tudo aconteceu

A Polícia Civil informou que a estudante Yrna de Souza Castro, morreu no apartamento de seu namorado, na noite de sábado (30). O corpo da jovem estava no porta malas de um carro de luxo, Mercedes Benz, na garagem do prédio onde o empresário mora.

De acordo com as primeiras investigações, a estudante morreu de overdose devido ao uso de entorpecentes. Gregório Donizete vai ser indiciado por ocultação de cadáver, por ter permanecido com o corpo da namorada por mais de 12 horas, sem que ele tenha comunicado a polícia e a família da vítima.

Overdose

Em depoimento a polícia, o empresário declarou que o casal compareceu a uma festa no sábado a noite e depois foram para o apartamento de Gregório, onde segundo ele, fizeram uso de entorpecentes. Ele afirma que usaram drogas durante a madrugada e que em um certo momento, Yrna começou a passar mal e faleceu.

Quando Gregório, percebeu que a namorada havia morrido, levou o corpo da jovem até a garagem e o colocou no porta malas do seu carro. Durante os esclarecimentos dados a polícia, ele indicou o local onde o corpo estava.

Policiais da DHPP - Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa, juntamente com a equipePerícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce), foram até o endereço indicado onde encontraram o corpo da universitária.

De acordo com os investigadores da polícia e peritos que estiveram no local, o corpo da estudante não apresentava sinais de violência e não tinhanenhum tipo de perfuração. O corpo de Yrna foi levado para o Instituto Médico Legal, para que a causa da morte seja confirmada.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Polícia

Namorado liberado

Embora tenha sido indiciado por ocultação de cadáver, o empresário e jornalista Gregório Donizete, foi liberado e vai aguardar a conclusão do inquérito em liberdade. O advogado do empresário, informou que a família do cliente,"passa por um momento difícil e quer se reservar", por este motivo, não vai se pronunciar sobre o acontecimento.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo