O trabalho da polícia nem sempre é fácil. Por isso, qualquer ajuda pode ser bem válida. Prova disso é um vídeo que começou a circular na internet neste semana. As imagens, supostamente gravadas aqui no Brasil, mostram uma perseguição policial que acaba de forma inusitada. Um entregador de bebidas, que via o ladrão correr da polícia, decide agir por conta própria e surpreende ele com um golpe. O homem, que não teve o nome identificado decidiu não dar nenhuma chance para o meliante, aplicando um golpe de perna conhecido como "voadora". O ladrão caiu imediatamente no chão. Não se sabe se ele ficou com algum ferimento grave, após levar o chute forte em seu rosto.

É claro que ninguém esperava pela sua ação, nem mesmo os colegas. O homem ainda tem tempo se não estragar a sua mercadoria. Com o giro de pernas, ele teve que largar as garrafas d'água que carregava, mesmo assim, conseguiu impedir que elas estourassem. Teve gente até que entrou em campanha para que o trabalhador braçal passasse a ganhar um salário maior. Ele realmente virou um grande herói. O vídeo foi gravado por câmeras de segurança no dia 12 desse mês e acabou sendo compartilhado por páginas voltadas à segurança e à polícia militar e seu trabalho.

Apenas um dos vídeos que foi parar na web mostrando a ação já tem mais de três milhões de visualizações. Alguns até acreditam que o homem realmente tenha algum ensinamento de artes marciais e sugerem que alguns agentes aprendam com ele técnicas infalíveis de se prender os bandidos.

Os melhores vídeos do dia

"Nossa, já imaginou se todos os policiais tivessem essa habilidade, ia ficar muito difícil para a bandidagem. O PM, que tenta correr atrás do ladrão, está nitidamente bem acima do peso", lembra um dos internautas que fez questão de comentar as imagens.

Veja abaixo o vídeo que mostra o 'Bruce Lee brasileiro' em ação. O conteúdo está fazendo o maior sucesso na internet. Este homem merece ser premiado por ter ajudado os agentes policiais? Não esqueça de deixar sua opinião. Ela é sempre muito importante para todos nós.

#Crime #Investigação Criminal