Na tarde deste último sábado (31), um adolescente identificado como Bruno, de 15 anos, tirou a própria vida ingerindo veneno de rato no bairro do Nordeste I, em Guarabira, na Paraíba. O caso aconteceu depois que a mãe do garoto descobriu que o seu companheiro e padrasto do jovem, vinha abusando sexualmente dele desde que o mesmo tinha onze anos de idade. O estuprador seria Severino do Ramos França Santos, conhecido como ‘Hino’, de 24 anos, que estava com a mãe do adolescente há cerca de três anos.

Durante todo esse tempo ela nunca suspeitou que uma coisa do gênero pudesse estar acontecendo, mas a história teria vindo à tona na sexta-feira (30), quando a mulher flagrou o abuso. Aparentemente a mãe do jovem teria ido até a casa de uma vizinha ajudar nos preparativos de comidas para o ano novo, e deixou os dois em casa.

Ela precisou retornar à residência antes do horário previsto e acabou encontrando a situação de violência em que o homem forçava o adolescente a ter relações com ele. Diante da cena estarrecedora, ela teria ido até a delegacia de Polícia para registrar uma ocorrência contra o companheiro.

Antes de sair de casa ela tentou agredir o homem usando uma faca, mas o suspeito conseguiu fugir antes que ela o atingisse.

Na manhã do dia seguinte, finalmente a mulher conseguiu ir até a polícia e acabou deixando o adolescente em casa. Quando retornou o menino já não estava bem, ele havia ingerido veneno de rato na tentativa de se matar, pois não suportou viver com a vergonha de ter sido abusado, ele ainda tinha medo de que o padrasto o matasse.

A mãe conseguiu levar o adolescente para o Hospital Regional rapidamente, mas infelizmente ele não resistiu, pois havia ingerido uma quantidade grande da substância tóxica.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Polícia

A família do garoto está em choque, a mãe, amigos e professores ainda não conseguem acreditar que o jovem tenha tirado a própria vida.

A polícia agora investiga o caso e tenta localizar o suspeito que está foragido, ele provavelmente responderá pelo crime de estupro de vulnerável. O corpo de Bruno foi enterrado na segunda-feira (02), diante de muita comoção e tristeza.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo