Desde que a humanidade existe, teorias da conspiração fazem parte do nosso cotidiano. No entanto, de acordo com um renomado astrônomo russo, identificado como Dyomin Damir Zakharovich, um Asteroide vai mesmo cair no planeta terra e isso deve acontecer nesse ano. Segundo ele, países como o Brasil seriam afetados. Dependendo da forma da queda, o cientista garante até que poderíamos sumir do planeta, ou pelo menos vivermos em condições bem difíceis por séculos. A informação foi dada por Dyomin em entrevista ao site 'Daily Mail'. O tal asteroide, de fato existe. Ele foi identificado como 2016WF9 e foi descoberto pela Agência Espacial dos Estados Unidos, a Nasa.

No entanto, a entidade garante que ele não seria capaz de acabar com todos nós.

A tal rocha do espaço é bem grande, cerca de um quilômetro de distância, mas está sim despencando em direção à terra. A questão é que a distância, em termos espaciais, é realmente perto, mas não quer dizer que o asteroide tem mesmo grande chance de cair por aqui. Isso porque ele está a 51 milhões de quilômetros de distância. Só para ter uma ideia, o diâmetro equatorial da terra, que usa a linha do Equador como referência é de 13 mil Km. Ou seja, a distância entre o asteroide e a terra é de cerca de quatro mil vezes esse diâmetro. É como se abríssemos a terra, como se fosse uma tangerina, e colocássemos quatro mil tangerinas uma do lado da outra. Alguém quer tentar o feito comparativo?

O suposto choque tem até data para ocorrer.

Os melhores vídeos do dia

Ele deve ocorrer no dia 16 de fevereiro, causando um gigantesco tsunami, que levaria à extinção da vida. Pelo menos é o que diz o tal cientista da Rússia. Existe também, segundo ele, a possibilidade que, ao se chocar com a atmosfera terrestre, a pedra gigante se divida. Nesse caso, os países com grande litoral seriam os mais afetados. No Brasil, por exemplo, estados como o Rio de Janeiro poderiam, simplesmente, desaparecer do mapa.

E você, acredita na previsão do astrônomo russo? Deixe seu comentário. Ele é sempre importante!