As polícia Civil e Federal de Recife, capital de Pernambuco, anunciaram, na tarde dessa quinta-feira (20), que estão investigando sete casos ligado ao Jogo da Baleia Azul no Estado. Cinco novos casos surgiram em apenas 48 horas.

O Departamento de Polícia da Criança e do Adolescente de Paulista, área metropolitana de Recife, recebeu o primeiro registro envolvendo o Baleia Azul (Blue Whale, em inglês) na terça-feira (18). Uma mãe se dirigiu até a delegacia acompanhada da filha de 13 anos que apresentava ferimentos nos braços e nas pernas, juntamente com o smartphone da adolescente, que continha ameaças pelo descumprimento de uma das regras do desafio.

Publicidade
Publicidade

Investigação

A polícia está investigando e pretende descobrir os nomes e endereços dos membros do grupo virtual. Os envolvidos serão intimados para prestar depoimento, já que a jovem relatou ameaças feitas pelo administrador do grupo que obrigou a garota se mutilar. Os culpados podem responder pelos crimes:

- Lesão corporal: Artigo 129 do Código Penal Brasileiro, com pena prevista de três meses no mínimo a um ano de prisão no máximo.

- Ameaça: Artigo 147 do Código Penal Brasileiro, pena de seis meses ou multa.

Publicidade

- Indução ao suicídio: Artigo 122 do Código Penal, com pena de dois a seis anos se o suicídio for realizado e um a três anos se a tentativa resultar em lesão de natureza grave.

Outros casos

Na noite desta quarta-feira (19), uma segunda adolescente também relatou ser vítima das ameaças envolvendo o jogo suicida foi encaminhada até o hospital da cidade Goiânia, na Zona da Mata Norte. A jovem de 14 anos apresentou diversos cortes no braço e, segundo os funcionários da unidade, surto psicótico.

Após o atendimento médico, a jovem teve alta durante na madrugada desta quinta-feira.

“O Serviço Social da unidade já está em contato com o Conselho Tutelar e vai encaminhar ofício relatando o fato para as autoridades policiais“, afirmou a direção do hospital em nota.

Os outros casos registrado em Pernambuco são em Recife (2), Moreno, Ibura e Paulista. Um caso de morte no Estado ligado ao Jogo Baleia Azul ocorreu em Petrolina. O corpo da adolescente Ana Vitória Sena de Oliveira, de 13 anos, foi encontrado boiando no Rio São Francisco.

Ela deixou uma mensagem se despedindo da família. No celular da jovem foram encontradas mensagens que a relacionavam com o jogo. Ela é a quarta vítima fatal do Balei Azul no Brasil. As outras mortes ocorreram em Mato Grosso, Minas Gerais e Santa Catarina.

O desafio

O jogo que vem assustando milhões de pais e responsáveis de adolescentes é originário da Rússia. O desafio é constituído por 50 desafios orientados por um “mentor”, que comanda os jogadores, que envia as tarefas através de redes sociais.

Publicidade

O objetivo final de todas as missões é tirar a própria vida.

Através de relatos para polícia, quando um jogador desiste de cumprir todas as tarefas, o “mentor” ordena faz inúmeras ameaças para pressionar o participante, inclusive com ameaça de matar membros da família. As autoridades brasileiras já declararam o jogo como uma ameaça grave e pede para que todos que tomarem conhecimento de uma vítima procurem imediatamente a delegacia mais próxima.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo