Durante o "Power Trip", evento que reúne grandes executivas na cidade de Foz do Iguaçu, Giovanna Antonelli resolveu abrir o coração e contar todo seu drama pessoal.

A atriz revelou segredos sobre a difícil infância que teve que enfrentar, morando no Rio de Janeiro, tendo que enfrentar a violência da cidade muitas vezes.

Após ser alvo de bandidos muitas vezes, a atriz revela ter desenvolvido a síndrome do pânico, ainda quando criança. Antonelli revela ter sido assaltada 12 vezes, e, todas as vezes em que se deparava com um ônibus, confessa sentia muito medo.

Durante entrevista, a moça conta como sofreu a 20 anos atrás, quando passou pelo ponto mais alto da doença. Além de sofrer com a síndrome do pânico, Giovanna conta que adquiriu uma espécie de déficit de atenção. Apesar de saber que estava com problemas, a atriz conta que se sentia vulnerável e, por isso, sentia medo de contar aos pais que não descobriram o problema que ela enfrentava. Por isso, passou a juventude tendo que lidar com seus problemas sozinha.

Apesar de passar por todo o trauma sozinha, a atriz ainda conseguiu ultrapassar todas as barreiras do passado e seguir em frente.

Antonelli revela que conseguiu transformar seus medos em realização pessoal. O desejo de ser uma boa pessoa sempre foi maior que os erros que poderia vir cometer.

A atriz global gosta de ajudar o próximo, de ver as pessoas superando seus medos e receios. No meio da entrevista, ela mostrou ao público como praticar um mantra, que aprendeu a quatro anos atrás, com uma apresentadora americana chamada, Oprah Winfrey. “A abundância entra na minha vida de maneiras surpreendentes e milagrosas”.

Após passar pelo problema psicológico, Giovanna diz ter mais sensibilidade quando precisa estender a mão para um amigo que esteja passando por problemas.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Famosos Novelas

A moça diz ainda que quando alguém chega com um problema, ela logo coloca a pessoa para realizar um projeto, montar um brechó, procurar um trabalho, a fim de que as pessoas se organizem e se encontrem novamente.

De acordo com a contratada da Rede Globo de Televisão, o problema que ela enfrentou na infância serviu para fomentar sua criatividade e a vontade de se tornar uma grande atriz.

Apesar da atriz ter passado 20 anos enfrentando o problema, ela se mostra otimista com tudo que passou e diz acreditar que a vida é um jogo de erros e acertos e é preciso aprender a se reerguer sempre que se encontra derrotado.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo