Na última sexta-feira (9), a moradora de Diadema Cristina Lopes perdeu a carteira em que guardava cartões de banco, da faculdade e R$ 1.800 enquanto estava a caminho do banco, onde ia pagar suas contas.

Diante da situação desesperadora, Cristina relatou o que aconteceu em um grupo de moradores de Diadema no Facebook na esperança de que a carteira pudesse ser encontrada e devolvida.

Milagre

No mesmo grupo de moradores, no último sábado (10), Cristina desabafou sobre o caso. Primeiro ela contou que ficou psicologicamente abalada por ter perdido o dinheiro que seria usado para pagar contas.

A mulher contou que voltou várias vezes ao local onde tinha perdido a carteira e teria ficado muito mal com a situação.

“Mas com fé”, diz ela no texto gigante postado no Facebook.

“Às vezes a gente só procura Deus na hora do desespero”, diz ela. “Ontem (sexta-feira), por volta das 22h, estava assistindo uma pregação transmitida ao vivo em que o pastor falava que as cadeias estavam sendo quebradas, que tudo aquilo que se perdeu voltaria, que toda maldição estava sendo quebrada. Naquele momento, eu, com muita fé, coloquei a mão sobre o meu coração. Eu tive fé naquelas palavras”, relatou Cristina.

Segundo ela, o pastor que estava pregando disse que muitos iriam testemunhar o #milagre. “Então eu tive fé e me apeguei com Deus não só pelo fato de perder o dinheiro, mas o fato de você trabalhar o mês todo, mas mal eu sabia que Deus tinha proposito com essa história”, prosseguiu.

Assim que o sábado amanheceu, ela voltou ao grupo de moradores de Diadema para ver se alguém tinha respondido sua publicação inicial, mas não havia nenhuma resposta.

Os melhores vídeos do dia

Por volta do meio-dia, porém, o telefone celular dela tocou. Era da faculdade.

Para sua surpresa, uma mulher, chamada Claudia, havia achado a carteira com os documentos e o dinheiro e, por não saber utilizar as redes sociais para encontrar Cristina, ligou na faculdade onde ela estuda e deixou seu número de telefone para que a moradora de Diadema entrasse em contato.

Para Cristina, Cláudia é um “anjo de Deus”, que achou seus pertences e devolveu. “E por incrível que pareça ela é serva de Deus e me devolveu todo dinheiro e os documentos. O que eu tirei desse ocorrido foi que ainda existem pessoas honestas, de boa índole, de coração bom e também a fé, a fé move montanhas, a oração chega nos ouvidos de Deus”, disse ela.

Por fim, Cristina agradeceu a Deus pela vida de Cláudia e agradeceu a todos os participantes do grupo de moradores de Diadema no Facebook. “Não perca as esperanças nunca! Porque o impossível se torna possível, é so crer e ter fé”, finalizou.

#solidariedade