É cada vez mais comum a incidência de crimes de estupro comandados por pessoas idosas, que já passaram dos 65 anos. Normalmente, esses casos acontecem dentro de casa e as vítimas preferidas são netos ou até bisnetos desses idosos. Diariamente, as páginas dos jornais e dos principais portais de notícias do país trazem histórias tristes de crianças indefesas molestadas pelos chamados "vovôs estupradores", revoltando a opinião pública.

Na última semana, dois desses casos vieram à tona, um deles envolvendo um homem de 81 e o outro, um idoso de 67.

O primeiro caso foi registrado na cidade de Uberlândia, no Triângulo Mineiro, quando a menina de 2 anos deu entrada no pronto-atendimento local em função de ferimentos provocados por atos de Violência sexual. Segundo a Polícia Militar, o principal suspeito pelo crime é o avô da criança, de 81 anos.

Avô é acusado de violentar menina dentro do quarto

A PM foi acionada pela mãe da garotinha, após a vítima ter saído do quarto onde estava, gritando de dor, porque estava com a genitália machucada. De acordo com testemunhas, a criança estava no quarto assistindo televisão, em companhia do avô, enquanto a mãe permanecia na cozinha, em companhia de um amigo e da cuidadora do idoso.

Segundo relato da criança à mãe, o avô teria colocado os dedos dentro do órgão genital da menina, o que acabou provocando ferimentos e inchaços.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia

A condição de estupro não foi confirmada pela perícia nos primeiros exames, mas há provas que indicam violência sexual, conforme informações da polícia.

Uma testemunha do crime, que não foi identificada, confirmou que os órgãos sexuais da criança estavam feridos e inchados e reproduziu parte do diálogo que teve com a vítima. "Ela falou que foi o vovô que a machucou", disse. O idoso negou as acusações.

Idoso de 67 anos é preso por induzir adolescente a relação sexual com ele

O outro caso de violência sexual praticado por um idoso foi registrado na cidade de São José dos Campos (SP) e culminou na prisão de um homem de 67 anos, na quinta-feira (17). Ele é acusado de induzir uma adolescente de 13 anos à prática de relações sexuais com ele, em troca de dinheiro.

O idoso é acusado de mostrar materiais eróticos à vítima.

A prisão foi feita na casa do próprio suspeito, onde o material foi apreendido, juntamente com uma arma de fogo e munição.

Os policiais chegaram até o homem por causa de denúncia feita pela própria adolescente. O caso está sendo investigado pela Delegacia de Defesa da Mulher (DDM).

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo