Uma data muito esperada por um casal apaixonado é o dia do matrimônio e da famosa festa de Casamento.

Casais se preparam durante muito tempo e, muitas vezes, envolvem a família inteira na produção e principalmente no financiamento da cerimônia.

As noivas, além de muitos preparativos com o vestido, cabelo, maquiagem e todo o planejamento, contam com a emoção forte que envolve todo o evento. É um momento único para o casal.

Publicidade
Publicidade

Mas, um caso que ocorreu na cidade de Turvo, em Santa Catarina, causou emoções ainda mais intensas e, no caso, negativas para um casal.

A empresa contratada para prestar o serviço de Buffet não correspondeu ao combinado e, em uma cena triste e pouco vista em um momento que é considerado muito feliz por todos, convidados chegaram a bater talheres nos pratos e fazer piadas, protestando contra a falta de comida e atendimento de garçons.

Publicidade

A situação virou um processo, que foi julgado pela 3° Câmara de Direito Civil do Tribunal de Santa Catarina e acabou com uma sentença de indenização por parte da empresa para o casal, estipulada no valor de R$10.500, por danos morais e materiais.

Segundo relato dos noivos, eles precisaram sair da festa para comprar mais comida e diminuir o constrangimento. Testemunhas afirmam que a noiva chegou a desmaiar devido ao forte estresse que sentia.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Relacionamento

Noiva e noivo tiveram que ser atendidos por um médico que era seu convidado e trabalha para o SAMU; ainda durante a festa, outros familiares próximos também passaram mal e precisaram de atendimento médico.

De acordo com o processo, os noivos acertaram tudo com a empresa, e pagaram conforme combinado, para servir 520 pessoas, tanto em alimentação como serviço de garçons, mas não foi o que aconteceu, e a comida não serviu nem metade das pessoas presentes, e também não havia garçons, fazendo com que os convidados se servissem sozinhos.

A empresa se defendeu dizendo que prestou o serviço de acordo com o que tinha sido combinado entre as partes, mas o desembargador Fernando Carioni considerou que houve prova do dano sofrido pelo casal, através de postagens nas redes sociais, bem como os depoimentos de testemunhas que participavam da festa, confirmando o mau serviço prestado, a falta de alimentação e o estresse nervoso sofrido pela noiva, devido a tamanho constrangimento.

Publicidade

O juiz que deu a sentença ainda salientou que a ré tentou negar os fatos arrolando algumas testemunhas a seu favor, mas que estes depoimentos foram contraditórios e isolados.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo