A história de Mateus Henrique da Silva, um jovem de apenas 23 anos, viralizou e mobilizou o Brasil pela crueldade do crime. O jovem foi estuprado na cidade de Uberaba, que fica no Triângulo Mineiro, por um motorista que chegou a debochar da situação.

O jovem saiu para dar uma caminhada matinal no último domingo, 20, e foi abordado por um motorista, que cometeu o crime.

O rapaz foi muito corajoso, pois após o ocorrido teve coragem de postar sua história no Facebook, para alertar outras pessoas do crime que foi vítima.

Homem foi abusado por um motorista, que disse: 'Você salvou uma mulher hoje'

O jovem, que expôs sua história sem receios no Facebook, relatou passo a passo o ocorrido e, mesmo envergonhado e sem orgulho nenhum de contar a história, alertou a todos sobre o estupro e os riscos do crime. Até por ser incomum, muitos homens podem se sentir imunes ao crime. Mateus quis também alertar que estupradores não escolhem mais o sexo das vítimas.

Em seu relato, Mateus disse que um homem parou uma caminhonete, apontou-lhe uma arma e exigiu que ele entrasse no carro.

O jovem foi amarrado, amordaçado e abusado com objetos.

Ao final das atrocidades, o homem ainda disse em tom de deboche que Mateus havia salvo uma mulher, já que a intenção final do estuprador era pegar uma jovem entre 19 a 25 anos abusar e matar. O Boletim Policial relata que o jovem foi encontrado por volta das 12h de domingo às margens de uma rodovia, amarrado e muito ferido.

O jovem também relatou que cerca de 20 pessoas passaram por ele e não ajudaram.

Alguns ainda riram da situação e ninguém fez nada.

Pessoas que viram o jovem amarrado ainda ridicularizaram a situação

Após cerca de 20 pessoas passarem por ele e não tomarem uma atitude para ajudá-lo, um mototaxista que passou pelo local foi a única pessoa que parou e contactou a polícia, mas logo depois da chamada foi embora e não esperou que o carro da PM chegasse.

Ao ser abordado pela PM, ele pode ver como foi importante a criação de uma Delegacia da Mulher. Os homens chegaram a perguntar por que ele não havia corrido, se ele conhecia o agressor ou ainda se não teve oportunidade de escapar.

Mateus ao final se dizia muito envergonhado de tudo, mas se surpreendeu com o apoio que recebeu da internet. Muitos o encorajaram e lhe deram os parabéns pelo relato.

A PM de Uberaba registrou o caso, mas até agora não há nenhum tipo de pista do criminoso.

Veja o relato completo de Mateus em sua conta pessoal no Facebook.

Não perca a nossa página no Facebook!