O cantor Rafael, que faz a segunda voz na dupla Fábio e Rafael, foi preso na cidade de Londrina, nesta quarta-feira (20), na "Operação Sem Filtro", operação de busca de materiais de venda ilícita feita pela política local. Rafael Francisco Frare de Siqueira teve sua prisão decretada, no início desta amanhã, lastreada no seu envolvimento com a disseminação de cigarros de origem ilícita para a população.

Segundo informações do G1, o sertanejo foi detido no prédio onde morava, em Londrina, norte do estado do Paraná. O ônibus que a dupla utiliza para se apresentar também foi apreendido a fim de cumprir provas materiais para sustentar o inquérito policial que já está sendo desenvolvido. O advogado do cantor afirmou que não fará nenhuma representação de todo o ocorrido até que se tenha conhecimento de todo o material nos autos do inquérito.

'Operação Sem Filtro'

Em suma, na "Operação Sem Filtro", 35 são os mandatos judiciais que atravessam o Brasil, iniciando pelo Paraná e passando por São Paulo, Minas Gerais e chegando na Bahia. Destes, 16 são para prisão sem direito à preventiva e 19 para busca apreensão de veículos, computadores e materiais usados no esquema de desvio que a polícia vem estudando.

Os crimes gerados por toda a facção são encaixados dentro de 'organização criminosa', 'lavagem de dinheiro privado e público' e 'crimes contra toda a saúde pública', visto todos os filtros comercializados não serem aprovados por órgão competente do Estado.

Em apreensão, a polícia se reservou a apreender cerca de R$6,5 milhões em bens de todos os envolvidos, além de 19 veículos que, em face do trabalho criminoso, eram utilizados pela organização a fim de transferir para todo o país os cigarros ilícitos. Todo o bloqueio bancário já foi realizado, além das operações envolvendo quebra de sigilo e retenção de investimentos.

Os locais mais visitados pelos policias foram as casas dos participantes da organização, as fábricas onde se criavam os cigarros ilícitos e, principalmente, as possíveis empresas utilizadas para a realização da lavagem de dinheiro.

A influência da 'Operação Sem Filtro' na economia

A indústria de cigarro injeta, ao todo, mais de R$16 bilhões de reais por ano no país. É uma das máquinas mais poderosas, já que direciona a condição de uso pelas pessoas, o que leva ao vício. No Brasil, cerca de 15% da população adulta é fumante assíduo e capaz de movimentar os valores astronômicos.

Na operação realizada, em que já se levantou mais de R$10 milhões em bens bancários, casas e afins, a injeção na economia (tanto pela via tributária quanto para política) pode alavancar o setor.

Obviamente, as vendas melhorarão visto os cigarros ilícitos saírem do mercado e, assim, a tributação e o valor econômico também.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo