Quando se fala em Brasil para pessoas de fora do país, conseguimos obter inúmeras opiniões. Aqui há samba, futebol e violência. Ao menos até os últimos meses, momento em que o país ganhou total notoriedade devido aos inúmeros casos de escândalos envolvendo corrupção, em que são citados líderes como Carlos Arthur Nuzman (presidente do Comitê Olímpico Brasileiro), Ricardo Teixeira (ex-presidente da Confederação Brasileira de Futebol) ou Luiz Inácio Lula da Silva (ex-presidente da nação).

Porém, apesar de todas as mazelas nacionais que são expostas mundo afora, muitos estrangeiros visitam o país todo ano e alguns buscam mais do que ir aos pontos turísticos.

O intuito destes é adentrar e conhecer todas as belezas que o território nacional oferece.

A vontade de desbravar todas as nossas belezas naturais tomou conta de Emma Kelty, esportista britânica de 43 anos. Ela desembarcou há alguns dias no Peru e iniciou sua trajetória, descendo o Rio Amazonas com um caiaque e acampando sempre que a noite começava a chegar. A intenção era cruzar o rio.

Diariamente ela postava fotos, via redes sociais, chegando a citar situações inusitadas e perigosas. Em um desses casos, presenciou, já em solo brasileiro, dezenas de ribeirinhos descendo em barcos com rifles e flechas.

A situação foi inusitada e a britânica fez um post sobre a situação para que seus amigos e fãs pudessem acompanhar.

Após alguns dias de aventura, Emma acampou em uma cidade chamada Coari, que fica a aproximadamente 400 quilômetros da Manaus, capital do Amazonas. Durante sua hospedagem no local, no último dia 13, ela foi abordada por ao menos seis homens, sendo alguns menores de idade. Eles levaram os pertences da atleta como celular, tablet, peças de roupas etc. Antes de partirem, assassinaram a britânica e jogaram o corpo no Rio Solimões.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Curiosidades

A Polícia Civil encontrou o caiaque e alguns itens da atleta, mas o corpo demorou para ser achado. Durante as investigações, a Polícia Civil conseguiu chegar a um menor, que confessou o latrocínio. Outro menor foi identificado e apreendido, porém os três maiores de idade estão foragidos até o momento.

Evanilson Gama da Silva, um quarto bandido identificado e com ordem de prisão decretada, foi assassinado nesta quarta-feira (20). De acordo com a Polícia Civil, o assassinato ocorreu devido aos produtos que foram roubados da britânica.

Eles teriam originado uma briga com um grupo rival do assaltante.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo