Já mostramos aqui na Blasting News diversos casos envolvendo fatalidades que acabaram ganhado destaque em todo o mundo. Na maioria deles, incidentes jamais imaginados, envolvendo situações totalmente absurdas. As vítimas dessas fatalidades quando não perdem a vida, acabam ficando com sequelas gravíssimas.

Homem embriagado morre afogado em balde de água no entroncamento de Jaguaquara

Para aqueles que acham que já viram de tudo, engana-se, pois mais um caso tem ganhado destaque nas mídias sociais. Um homem acabou morrendo após ingerir bebida alcoólica e tentar pegar água em um balde.

Pasmem! Ele acabou morrendo afogado. A notícia pegou muitos de surpresa, pois, até então, nenhum acontecimento dessa natureza foi registrado na região.

O homem, identificado por Raildo Matias Santos, de 49 anos, perdeu a vida de modo inusitado nesse domingo (22). Ele residia no entroncamento de Jaguaquara, no interior da Bahia, e a notícia de sua morte tem ganhado destaque por diversos meios de comunicação espalhados por todo o Brasil.

Segundo informações da Polícia Militar, a vítima estava completamente embriagada.

Ao chegar em sua residência, Raildo decidiu ir até o quintal para pegar um pouco de água em um balde de 20 litros. Como estava embriagado, a polícia supõe que a água fosse para lavar o rosto ou até mesmo tomar um banho, de modo que aliviasse os sintomas da embriaguez.

O homem, conhecido e querido por todos no bairro Bela Vista, acabou tropeçando e caiu com o rosto dentro do balde com água. A polícia o encontrou de joelhos e com a cabeça submergida na água, o que leva acreditar que foi o modo que ele teria caído.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Política

Por estar fragilizado com os efeitos do álcool, acabou não tendo forças para se erguer e acabou morrendo afogado.

No final do dia, a polícia informou que, segundo relatos de pessoas próximas, a vítima sofria com ataques epiléticos, o que também pode ter ocorrido momentos antes da fatalidade, o que o impossibilitou de ficar de pé. Essas versões foram apenas levantadas, mas a polícia técnica irá investigar para saber as verdadeiras causas da morte da vítima, que não tinha inimigos, e trabalhava há muitos anos como frentista em um posto de combustíveis na cidade.

Populares o chamavam carinhosamente pelo apelido de “Bigode”.

Próximo ao corpo da vítima, a polícia ainda encontrou um frasco de bebida alcoólica, o que leva a acreditar que o mesmo ainda estaria fazendo o uso da cachaça, mesmo já estando totalmente embriagado. Nas redes sociais, internautas do município lamentam o ocorrido.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo