Uma briga entre vizinhas na cidade de Várzea Grande, na região metropolitana de Cuiabá, Mato Grosso, acabou em acidente. A vizinha que cometeu o crime tem 25 anos e mostrou tamanha impaciência com os adolescentes e crianças que residem próximos à sua casa, enquanto que os mesmos estavam apenas brincando.

Segundo o registro no Boletim de ocorrência, as crianças se encontravam perto da casa dela, e a mesma ameaçou o grupo com o facão.

Após cometer o crime contra um dos adolescentes, o jovem ferido foi socorrido pelos moradores e levado às pressas até o pronto Socorro Municipal de Várzea Grande (PSMVG), onde encontra-se internado.

A versão contada à polícia que atendeu o caso

A Polícia informou que recebeu a ligação com o pedido de socorro a uma vítima de facada e foi atender a ocorrência imediatamente.

Ao chegar ao condomínio São Benedito, os vizinhos contaram para os policiais que houve uma briga, e o jovem, para defender a mãe da agressora, entrou no meio das duas.

Indignada, a mãe do jovem de 14 anos havia ido tomar satisfações a respeito da conduta agressiva da mulher em relação às crianças que ali brincavam, inclusive ameaçando o seu próprio filho e os demais menores de idade.

A vizinha agressora disse que cortaria as pernas das crianças com o facão, caso elas insistissem em permanecer no local após o aviso!

O momento da agressão física ao garoto

A vizinha perseguiu a mãe do garoto e a atitude dele foi imediata para preservar a vida de sua mãe. Ele entrou, então, no meio das duas e tentou separar a briga. Em poucos segundos e sem poder se defender ou fugir do golpe, o menino acabou levando a facada na mão esquerda, perdendo dois dedos da mão.

O facão é considerado uma arma branca e a criminosa foi levada para a delegacia. Após ser ouvida pelo delegado que decretou o flagrante, ela foi indiciada por tentativa de homicídio e conduzida para a penitenciária feminina Ana Maria do Couto May, em Cuiabá, o adolescente continua internado.

Outro caso de violência em Mato Grosso

O crime brutal aconteceu na cidade de Tangara Da Serra, a 242 km, de Cuiabá e envolveu um jovem de 17 anos que matou o seu próprio pai, Manuel Francisco de Souza, de 35 anos, que tentava impedir que ele mesmo cometesse um crime.

O jovem disse para a polícia que é homossexual assumido e que foi vítima de ataque homofóbico por pessoas na rua. Neste momento, Manuel tentou impedir a saída do filho de casa, visto que ele carregava consigo uma faca.

O jovem ficou enfurecido com a atitude de seu pai e deu uma facada nas costas dele. Por conta do ferimento grave, Manuel foi a óbito ainda em atendimento no hospital.

Siga a página Polícia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!