É notório que a polêmica do artista nu no Museu de Arte Moderna (MAM), em São Paulo, ainda está longe de ser esquecida, pois o caso ganhou repercussão em todo o país. No vídeo divulgado na internet, uma criança tocava o artista que se apresentava completamente nu. As cenas se espalharam pelas redes e sociais e acabaram não agradando a maioria das pessoas, que fizeram centenas de protestos contra a apresentação.

Desta vez, mais um caso vem ganhando repercussão nas redes sociais. Imagens, gravadas dentro de uma Escola ligada à Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), em Minas Gerais, mostram uma drag queen entretendo crianças dentro da sala de aula e o resultado acabou gerando mais uma polêmica.

O evento foi realizado na semana passada como atividade do Dia das Crianças.

Drag queen em sala de aula com crianças acaba em confusão na internet

O vídeo acabou acarretando em diversas mensagens preconceituosas por parte dos internautas. O que muitas pessoas não sabem é que a atuação da drag fez parte de um cronograma mensal de atividade da própria universidade, intitulado “A Hora do Lanche”.

Nas imagens, a drag realiza várias brincadeiras com as crianças. Porém, ninguém imaginaria que o caso poderia resultar em tanta polêmica.

Algumas pessoas intitularam as cenas como algo “nojento”.

Assista um dos vídeos que tem sido compartilhados nas redes sociais que mostram a drag queen entretendo com as crianças:

A drag nas imagens é o artista Nino Barros. Na sala, ele faz diversas brincadeiras com os alunos. Ele chega a ensinar para as elas que meninos poderiam brincar de fazer comida e meninas poderia ter seus super-heróis, sem que fossem vistas com maus olhos, ou seja, estimulando as crianças a acreditarem que tais práticas seriam normais e que não seriam vistas com maus olhos pelos colegas.

O resultado não poderia ser outro. O vídeo causou polêmica e indignação. Não precisou de muito tempo para que o vídeo alcançasse todo o Brasil. A drag se manifestou nas redes sociais, afirmando que não acreditava que o vídeo pudesse causar tamanha repercussão e que ficou surpresa com tantos comentários recebidos após a divulgação.

Drag que aparece dando ensinamentos para crianças se manifesta e responde internautas após polêmica

Nino Barros rebateu as críticas, afirmando que estava sendo vítima de comentários preconceituosos, alegando que a maioria das pessoas que a criticava estava sendo homofóbica. Em uma nota, divulgada na página da universidade no Facebook, a UFJF esclareceu que todo o ocorrido que está sendo manifestado irá fazer parte de uma discussão entre os responsáveis, mas não toleraria qualquer tipo de comentário homofóbico contra o artista e sua apresentação durante o eventos com os alunos.

Siga a página Escola
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!