A disputa pelo comando do tráfico na favela da Rocinha, no Rio de Janeiro, não tem sido nada fácil. A polícia tem trabalhado incessantemente para barrar os confrontos entre traficantes na área, porém, a cada dia surge uma nova surpresa nas investigações. Nesta sexta-feira (20), uma testemunha anônima revelou informações importantes para a polícia sobre a disputa dentro da favela.

As novas informações apontaram Fabiano Batista Ramos, o funkeiro MC Tikão, como o ajudante na fuga do traficante Rogério Avelino Silva, mais conhecido por Rogério 157.

O MC se aproveitou do momento em que a polícia invadiu a favela para barrar a guerra entre os traficantes, e com sua motocicleta de média cilindrada conduziu o traficante procurado para fora da favela.

O traficante conseguiu fugir, porém o funkeiro acabou levando a pior e foi preso na tarde desta sexta-feira (20). Em depoimento, o funkeiro revelou que Rogério teria ido na sua garupa, enquanto ele conduzia a motocicleta para fora do esconderijo onde estava o traficante.

Tudo acorreu no dia 22 de setembro, dia em que as Forças Armadas cercaram a favela.

O Batalhão de Choque e a Polícia Militar também participaram da ação. O MC tinha entrada livre na favela, pois era um forte amigo do traficante Rogério. A amizade era tão forte, que o MC chegou a gravar uma música em homenagem ao grande chefão do tráfico.

A polícia realizou várias investigações para identificar o paradeiro do funkeiro, que acabou sendo encontrado na Taquara, Zona Oeste. Lá ele estava em uma casa de luxo, onde usufruía de conforto e regalias. A polícia informou que a casa não o pertence, pois não consta nenhuma propriedade desse tipo em seu nome, porém, os policiais conseguiram capturá-lo após informações de pessoas ligadas ao artista.

Funkeiro famoso do Rio de Janeiro seria mais que um simples amigo do chefe do tráfico

De acordo com as investigações, o funkeiro acabou fazendo muito mais do que oferecer uma carona para o traficante. O funkeiro acabou se tornando uma peça-chave em todos os movimentos ocorrido em volta da Rocinha.

A polícia informou que MC Tikão é responsável por apresentar Rogério 157 ao chefe do tráfico do Fallet/Fogueteiro, Paulinhozinho do Fallet, que é um dos nomes mais fortes na guerra de facções. Ele era o principal rival dos traficantes da Rocinha.

No encontro, proporcionado pelo MC, os líderes das facções acabaram se unindo, de modo que agora, ambos trabalham em conjunto para uma mesma facção.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo