Com muita tristeza e choque, o país soube ontem as consequências de um massacre macabro em um colégio particular na cidade de Goiânia. Tal como informa o site 'Extra', duas crianças de apenas 13 anos de idade morreram no local, com tiros nas cabeças, enquanto outras quatro estão ainda lutando pela vida em um hospital local. O pai de uma das vítimas, chamado Leonardo Calembo, já reagiu publicamente à morte do seu filho, surpreendendo todo o mundo quando disse que já tinha perdoado o que o autor do massacre tinha feito.

“Não existe culpado, não existe culpado neste momento. De forma alguma eu sinto raiva. Inclusive já perdoei o rapaz”, confessou de forma completamente inesperada o homem, que não conseguiu esconder a enorme tristeza que está sentindo nesse momento.

De fato, depois da notícia de que um massacre tinha acontecido em um colégio, rapidamente se descobriu que o responsável por essa tragédia tinha sido um jovem rapaz de 14 anos de idade, que estava estudando nessa mesma Escola, mais precisamente no oitavo ano.

Alegadamente vítima de muito 'bullying' por parte de outros colegas, o jovem teria tirado uma arma da sua mãe da sua mochila, disparando para todas as direções, tentando ao máximo matar o maior número de pessoas.

Graças a uma coordenadora, o jovem acabou por não disparar mais, tendo até ameaçado se suicidar no local, algo que também acabou por não fazer. Como garante o site 'Extra', com o autor do crime atualmente detido, esperando para ser interrogado o mais rapidamente possível, o pai de João Pedro quis deixar uma mensagem muito forte e clara sobre o que está sentindo sobre tudo isso, afirmando que, de uma forma bastante preocupante, as crianças de hoje não têm grande noção do valor da vida, bem como do respeito pela pessoa que está ao seu lado.

Nas redes sociais, muitos internautas garantem ter ficado surpreendidos pela forma como esse pai falou sobre a morte do seu filho adolescente, afirmando que agora essa situação precisa ser resolvida de um jeito inteligente, tentando ao máximo prevenir uma situação semelhante no futuro.

Vale a pena recordar que, com relação à outra vítima, João Vitor Gomes, tudo indica que o jovem que cometeu os crimes seria um bom amigo dele, não se sabendo ao certo o motivo para ele ter sido um dos escolhidos para morrer.

Você também seria capaz de perdoar um adolescente que acabara de matar seu filho? Deixe sua opinião embaixo, na caixinha de comentários.

Não perca a nossa página no Facebook!