Um Eletricista da companhia elétrica do Paraná, chamado João Cândido da Silva Neto, é o responsável em uma cidade ao norte do Estado, Santo Antônio da Platina, pelos cortes (e religações) da rede elétrica de quem não consegue pagar a conta de luz.

Sempre se depara com gente desesperada pedindo que ele não corte, ou apresentando uma condição social muitas vezes sub humana, alegando não ter dinheiro para pagar a conta e implorando para que a luz não seja cortada. Mas João é apenas um funcionário, precisa executar o seu trabalho, sob pena de perder seu emprego.

Publicidade

Entretanto, na última semana, o homem foi destinado a um trabalho que seria o mais difícil de toda sua vida. Ele foi designado a cortar a luz de uma família que já acumulava duas contas atrasadas. Ao chegar para executar sua tarefa e fazer o desligamento do serviço, notou que algo naquele local seria diferente.

'Você vai cortar a luz moço?'

Com duas contas atrasadas, a matriarca da família já esperava que a qualquer momento a luz da família poderia ser cortada. Ao chegar ao local, uniformizado a mulher logo soube do que se tratava, mas ainda perguntou se ele estava ali para cortar a luz.

João Cândido, confirmou.

A cena que João relata é ver uma mulher sentando em frente ao barraco de madeira e com 3 crianças por perto. A mulher se mostrou conformada e disse que só receberia dia 9 seu salário. Como já era dia 9, o homem disse que se ela pagasse naquele dia mesmo, ele voltaria o quanto antes para religar.

Mas a história que emociona começa agora. O eletricista teve uma grande surpresa. Um dos filhos da mulher, um garotinho lindo, chegou perto dele e lhe pediu R$ 1,00. Muito sensibilizado com aquela família que provavelmente vivia abaixo da linha da pobreza, o homem abriu a carteira e viu que tinha apenas R$ 5,00. Não tinha mais nada.

Publicidade

Ele não pensou duas vezes e deu-lhe a nota de R$ 5,00

'É para você repartir com suas irmãzinhas'

O eletricista alertou o menino que os R$ 5,00 eram para ser divididos também com as irmãs. O menino respondeu com um 'tá bão'. O eletricista então foi embora pensando quão triste era a vida daqueles meninos.

Horas depois, a mulher pagou a conta, e João recebeu a Ordem de Serviço para restabelecer a luz naquela casa. O profissional foi muito feliz para executar o serviço e ao chegar foi novamente surpreendido.

Eletricista volta para religar a luz e tem surpresa emocionante

Ao chegar ele avista aquele menininho tão feliz e com uma cédula de R$ 2,00 na mãozinha. O menino disse: 'Ainda bem que o senhor veio'. Ele então abriu a mãozinha e entregou os R$ 2,00 para o homem. Na cabeça do menino honesto, como ele pediu R$ 1,00 e o homem deu R$ 5,00 para repartir com as irmãs, cada uma ganharia também R$ 1,00 e restaria troco de R$ 2,00. Claro que não era isso, mas o gesto do garoto acabou emocionando não só o João, mas todo o Brasil.

Publicidade

João levou a história ao Facebook e começou a arrecadar doações para a família. Rapidamente, o homem conseguiu várias doações e sua publicação viralizou.

A honestidade do menino fez a diferença na vida da família e a atitude de João tornou a família conhecida em todo o Brasil.

Veja a publicação de João e depois a festa de comemoração da entrega das doações.

Não perca esta: Costureira de 67 anos descobre Aids e conta como contraiu: ‘Foi uma armadilha’