Uma jovem que estava desaparecida desde o mês de agosto foi encontrada morta em um matagal próximo à BR-040, entre as cidades de Luziânia e Cristalina, em Goiás, no dia 5 de setembro. Porém, somente quinta-feira (28) os familiares tiveram a confirmações do IML (Instituto Médico Legal), que o corpo achado em estado de decomposição era de Josirene Galvão Silva, de 18 anos.

Conforme informações repassadas pela Polícia, o corpo da jovem foi encontrado por um rapaz que fazia um trabalho de reparos na rede elétrica na região.

Publicidade

Vítima é encontrada sem as suas roupas íntimas com sinais de violência sexual

Segundo a polícia, a vítima estava usando apenas uma blusa e sem as roupas íntimas. Em seguida, o corpo foi recolhido e levado o Instituto Médico Legal. Os familiares da vítima foram avisados que uma jovem foi encontrada sem vida com as mesmas características de Josirene.

Logo, a família da menina foi ao IML. No dia 28 de setembro foi confirmado que o corpo é de Josirene. A Polícia Civil de Goiás está investigando a morte e se ela foi vítima de violência sexual.

O desaparecimento da vítima

Segundo informações repassadas pelos familiares da vítima, Josirene saiu de casa, em Valparaíso, em Goiás, para visitar uma amiga na cidade de Santa Maria, no Distrito Federal, no dia 24 de agosto.

Josirene estava mantendo contato com a irmã Josilândia Galvão Silva, de 22 anos, através de mensagens de texto pelo WhatsApp. Em uma das mensagens, a vítima escreveu que ela ia passar o final de semana com o pai, que mora na cidade de Céu Azul, em Goiás.

Vítima pede orações e diz que está gostando de um rapaz

De acordo com a irmã da jovem, a última vez que Josirene entrou em contato com ela pediu orações e relatou que ela estava gostando um de rapaz que mora no mesmo condomínio que a amiga.

Publicidade

Conforme informações repassadas por Josilândia, a irmã era muito apegada com a mãe e entrava em contato com ela mais de três vezes ao dia. Porém, depois que ela viajou para a casa da amiga, não ligava mais.

Familiares estão abalados com a morte da jovem

Segundo informações da imprensa local, a maioria dos familiares da vítima mora no Maranhão, apenas Josilândia reside no Distrito Federal. Uma tia da vítima, Dorenilce Galvão, relatou que a família está muito abalada com a morte da jovem.

A polícia de Goiás busca pistas sobre que possam identificar quem é o responsável pelo assassinato de Josirene Galvão Silva.

Qual a sua opinião sobre esse caso? Compartilhe seus pensamentos na seção de comentários abaixo!